UTI do HM obtém homologação e conquista direito a R$600 mil anuais

hmmguacuDepois de quase um ano de espera, finalmente foi publicada a portaria do Ministério da Saúde, que habilita a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital Municipal “Tabajara Ramos”. “É uma grande conquista”, comemora a secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho. “Já tínhamos o pleito aprovado desde o início do ano passado, mas faltava a portaria de homologação”, explica.

Em vista disso, já a contar deste mês de janeiro, o HM adquire direito a um repasse federal anual de R$ 698 mil para custeio do serviço. “É um grande alívio para as contas do hospital”, admite Clara. Até agora, o atendimento prestado em nível da UTI, que conta com cinco leitos, era custeado por recursos do próprio HM. “Prestávamos serviços como UTI, mas recebíamos como leitos clínicos”, acrescenta.

A secretária enaltece o trabalho das profissionais que compõem sua equipe de planejamento. “Elas trabalham o tempo buscando localizar áreas do governo de onde podem proceder recursos e elaboram os projetos”, elogia. Segundo Clara, a obtenção de verbas federais na esfera da Saúde é praticamente impossível se os pedidos não forem sustentados em projetos que demonstrem a necessidade e a capacidade para a prestação dos serviços.

Matéria: Assessoria de Comunicação

  

Comentários