Vereadores de Amparo rejeitam veto do prefeito à Campanha de Conscientização sobre Depressão Infantil

Por unanimidade dos votos, os vereadores de Amparo rejeitaram o veto do Executivo ao Projeto de Lei n° 61/2022, de autoria do vereador Edilson Santos (DEM), que institui a campanha de ‘Conscientização sobre a Depressão na Infância e na Adolescência’.

A discussão aconteceu na noite de segunda-feira, dia 24, quando o vereador Edilson reforçou que o projeto passou pela Comissão de Justiça e Redação da Câmara, pelo departamento jurídico e foi aprovado pelos vereadores. “É uma proposta simples, uma campanha para ampliar a informação e o conhecimento sobre a depressão, causas, sintomas, meios de tratamento. Conto com a compreensão de todos, porque os números são crescentes e representam a importância do tema”, discursou, referindo-se que, só em 2021, os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apresentam salto de 4,5% para 8% de casos de depressão na faixa entre 6 e 12 anos, nos últimos dez anos.

A justificativa do veto foi que o projeto teria que ser de iniciativa do prefeito, como chefe do Executivo local.

Estavam presentes na sessão os vereadores André de Oliveira (PP), Antonio Cesar Mineiro (MDB), Carlos Cazotti (MDB), Edilson Santos (DEM), Edilson José (Dil – PSD), Pastor Elson Batista (PL), Farlin Conrado (MDB), Janaina Pereira (PDT), Osmar Dorigan (MDB), Luiz Carlos de Oliveira (Carlitinho – PSDB), Rosa Montini (PSDB) e Silvia Forato (PT).

  

Comentários