fbpx

130 cães com sinais de maus-tratos são resgatados em Posse

Foto: EPTV

Foto: EPTV

Como resultado de uma denúncia de maus-tratos que surgiu após uma pessoa comprar um cachorro doente, 130 animais de estimação foram resgatados em uma chácara de Santo Antônio de Posse na última segunda-feira, dia 7 de novembro.

Guardas municipais foram até o local junto de voluntárias de três organizações não governamentais (ONGs) de Campinas com um mandado judicial. As funcionárias das ONGs “Anjos de Rua”, “Amor de Bicho” e “Focinho Abandonado”, constataram que os cães presos ali estavam feridos, infestados de parasitas e eram vítimas da falta de cuidado.

Durante vistoria na chácara, a Guarda encontrou até sete cães guardados juntos em espaços inadequados, além de outros animais com carrapatos e sinais de fraqueza. A assessoria da Prefeitura de Posse afirmou não saber nada sobre o caso e disse, ainda, que o imóvel não possui alvará que regulamentasse seu funcionamento. A reportagem do Jornal Possense tentou entrar em contato com a advogada do dono da propriedade, mas não obteve resposta até o fechamento da edição.

Os animais resgatados foram levados para exames em clínicas veterinárias e ficarão em locais provisórios definidos pelas ONGs até o julgamento do processo. Ana Carolina Fernandes, voluntária da ONG Amor de Bicho, lamentou o ocorrido: “A população não tem noção do que tem por trás quando se compra um filhote. Com a grande maioria dos criadores no Brasil funciona dessa forma, é simplesmente uma forma de ganhar dinheiro; a vida e saúde do animal não importam para nada. Uma pena”.

Para ajudar

Para ajudar as ONGs “Amor de Bicho”, “Anjos de Rua” e “Focinho Abandonado”, entre em suas páginas (de mesmo nome) no Facebook, nas quais encontrará mais informações sobre os locais de doação de ração e recursos. “Os animais têm sentimentos. Sentem fome, sentem frio, sentem dor. Eles merecem ser tratados com respeito, pois são vidas, como a minha e a sua”, concluiu Ana Carolina.

Matéria: Matheus Gomide

  

Comentários