Ações de combate à dengue diminuem em 70% as notificações e casos positivos na zona Norte de Mogi Mirim

A série de ações adotadas pela Prefeitura vem fazendo a diferença no combate à transmissão da dengue em Mogi Mirim, até hoje (21), com 2.134 casos positivos. Balanço da Vigilância em Saúde, setor que organiza as medidas contra o Aedes aegypti, mostra que as nebulizações veicular e costal, e a Busca e Controle de Criadouros (BCC), foram responsáveis pela diminuição de notificações e casos positivos na zona Norte, epicentro da doença no município.

Entre 15 de março a 4 de abril, na região, houve o registro de 359 notificações e 86 casos confirmados. Com a realização das ações divididas em quatro ciclos de três dias, abrangendo 812 quarteirões de diversos bairros da área, as notificações caíram para 107 e os casos positivos para 24, redução de 70% e 72%, respectivamente, no período de 19 de abril a 5 de maio.

Os percentuais são frutos, além da nebulização veicular, que consiste na aplicação de inseticida acoplado a um veículo visando eliminar o mosquito em sua fase adulta, da Busca e Controle de Criadouros (BCC) em imóveis, com a visita de agentes de controle de endemias, ligados à Vigilância Ambiental, e ainda da nebulização costal, caracterizada pela utilização de nebulizador manual, costal – por ir nas costas do aplicador – e que também lança o inseticida.

Vale ressaltar que as ações são rotineiras, e já fazem parte da programação de atividades da Vigilância em Saúde, que coordena as Vigilâncias Ambiental e Sanitária. Neste caso, na zona Norte, houve uma intensificação para evitar a propagação da dengue.

 

Zona Sul

A nebulização veicular será realizada mais uma vez na próxima semana. Na terça-feira (26), quarta-feira (27) e quinta-feira (28), a partir das 18h, a ação chega ao Jardim Planalto e Residencial Floresta, áreas da zona Sul. A nebulização costal também está programada para ocorrer em ambos os locais nas próximas semanas.

Nesta semana, entre segunda e quarta-feira, a nebulização veicular foi aplicada no Jardim Maria Beatriz, Jardim Regina, Jardim Guarnieri, Jardim Maria Bonati Bordignon e Parque Real I, bairros também da zona Sul.

 

Casos positivos sobem para 2.134

Boletim semanal divulgado pela Vigilância em Saúde nesta quinta-feira (21) aponta que Mogi Mirim registra 2.134 casos positivos de dengue, além de 6.029 notificações. São 1.106 casos em mulheres e 1.028 em homens.

A zona Norte acumula 1.051 casos positivos, seguida da zona Leste (406), região central (269), zona Oeste (254), zona Sul (115) e zona rural (39). Na faixa etária de 16 a 59 anos são 1.464 confirmações, frente 353 em pessoas acima de 60 anos, 232 de 6 a 15 anos e 85 até 5 anos.

 

Óbitos

Mogi Mirim acumula três óbitos causados pela dengue no ano, um homem de 93 anos, antigo morador do bairro Santa Luzia, na zona Norte, outro de 72 anos, morador do Centro, e uma mulher de 56 anos, que também vivia na região central.

 

  

Comentários