fbpx

Ações para combater aglomerações e descumprimento de regras sanitárias são intensificadas

As equipes da Vigilância Sanitária, Central de Fiscalização, GCM (Guarda Civil Municipal) e PM (Polícia Militar) iniciaram na quinta-feira, dia 18, uma força-tarefa para orientar comerciantes em relação ao cumprimento das medidas sanitárias de combate à Covid-19, previstas no Plano São Paulo.

O município de Mogi Mirim está na fase laranja, o que significa que o funcionamento de estabelecimentos comerciais está proibido após as 20h.

As equipes visitaram 13 estabelecimentos comerciais nas regiões Central, Norte, Zona Leste e Martim Francisco. Todos os proprietários dos estabelecimentos foram orientados sobre a impossibilidade de se manterem abertos, com consumação no local, após o horário limite. Todos também foram informados de que, em caso de descumprimento, o auto de infração será lavrado.

Durante o trabalho de fiscalização realizado ontem, as equipes solicitaram o encerramento das atividades para quem permanecia aberto após as 20h. A maioria acatou as orientações e fechou suas portas. Apenas um proprietário de estabelecimento comercial agiu com agressividade em relação às orientações da equipe de vigilância e se negou a receber a notificação. O caso atípico será comunicado ao MP (Ministério Público) para que sanções mais severas sejam providenciadas.

  

Comentários