Agentes Comunitárias participam de capacitação sobre o Bolsa Família

As secretarias de Saúde e Promoção Social iniciaram na última quinta-feira, 7, uma capacitação com todas as agentes de saúde do município. O intuito é de trazer informações sobre o Programa Bolsa Família, que apesar de ativo há muitos anos ainda é alvo de dúvidas da população e também dos servidores que estão envolvidos de alguma forma com sua manutenção.

Para facilitar o trabalho e atingir todos os servidores, os encontros foram divididos de acordo com os territórios de abrangência dos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social). No dia 7, quinta-feira passada, participaram as agentes das Unidades Básicas de Saúde Vila Ilze, Cubatão, Barão e Eleutério, que fazem parte do CRAS I. Na sexta-feira, 8, reuniram-se as UBSs Flávio Zacchi, Pé no Chão, Figueiredo e Braz Cavengahi, do território do CRAS II. E amanhã, 13, participam as agentes das UBSs UBS Central, Prados, Istor Luppi e Ponte Nova, da região do CRAS III.

O Programa Bolsa Família tem o papel de reforçar o acesso das famílias à educação e à saúde por meio de alguns compromissos, chamados condicionalidades. Mas não são apenas os beneficiários que têm a responsabilidade de cumprir esses compromissos. O poder público também deve ter um foco nessas famílias ao garantir a elas a oferta e a qualidade dos serviços.

Foi partindo dessa necessidade de alinhar os compromissos do poder público que a  Secretária de Promoção Social, Silvia Helena da Rocha Carvalho, e a Diretora da Rede Básica de Saúde, Deise Cega Fernandes, idealizaram os encontros. “No primeiro momento a reunião focou em apresentar a Secretaria de Promoção Social, seus equipamentos e serviços prestados. Depois, houve uma explanação detalhada sobre o Programa Bolsa Família e por último foi elaborado um cronograma de ações para ampliar o acompanhamento de saúde dos beneficiários do programa”, explicou a assistente social Aline Bueno, que ministrou a capacitação. “Os encontros também tiveram como objetivo fortalecer a rede de trabalho, estreitando vínculos entre as duas secretarias para a realização de um atendimento com mais qualidade e objetividade”, completou.

Como uma das ações desse cronograma de acompanhamento, as agentes de saúde já começaram a visitar as famílias beneficiárias para orientá-las quanto à necessidade de atualização dos dados antropométricos (peso e medida) e da carteira de vacinação.

Todas as famílias que recebem o benefício devem procurar a Unidade Básica de Saúde de referência até o dia 31 de março para fazer a atualiação ou poderão ter seu benefício bloqueado.

 


Comentários