Águas de Holambra investe em equipamentos de proteção ergonômica

Na Águas de Holambra, a eficiência na prestação dos serviços vai muito além da operação dos sistemas, dependendo exclusivamente do envolvimento dos profissionais na execução dos procedimentos. Por isso, a concessionária tem investido cada vez mais em metodologias e estrutura para assegurar a eficácia dos processos, bem como promover bem-estar e segurança para os colaboradores. Neste sentido, a concessionária adquiriu recentemente equipamentos de proteção ergonômica que já estão sendo utilizados pelos técnicos.

Implementados pela área de EHS – Environment, Health and Safety, os EPIs (Equipamentos de proteção individual) – inicialmente foram adquiridos cintos ergonômicos – já foram incluídos à rotina das equipes de campo desde a última sexta-feira (23).

O operador de retroescavadeira Marcelo Augusto de Campos testou e adotou o equipamento para a execução das tarefas diárias. “O cinto ajuda bastante, principalmente na execução dos trabalhos manuais ou para carregar algum peso. Além disso, por trabalhar muito tempo na mesma posição dirigindo o caminhão, era comum sentir desconforto na lombar, mas depois que comecei a fazer uso, melhorou 100%. Achei a iniciativa eficiente e prática, não causa incômodo e é possível ficar por longos períodos”, avalia Marcelo.

Para o técnico de Segurança do Trabalho, Evandro Chaddad, a área tem adotado métodos preventivos e protetivos para contribuir com a melhoria do desempenho das equipes. “Cuidar da saúde e segurança dos colaboradores é uma prática constante da área de EHS. Neste sentido, uma das nossas preocupações tem sido a parte de ergonomia, pois o setor de saneamento envolve atividades que exigem esforço físico e engloba praticamente todos os departamentos, podendo afetar diretamente na performance das equipes. Acreditamos que esse investimento nas cintas vai agregar benefícios imediatos e a longo prazo, assim como vai gerar mais bem-estar e qualidade postural aos técnicos”, explica Chaddad.

A unidade de Holambra é a primeira da Regional SP, que implantou o EPI, em breve será viabilizado para as operações de Piracicaba e Matão.

“Gostaria de parabenizar a área pela preocupação constante por nosso bem-estar, em especial, ao técnico de Segurança Evandro, que sempre conversa com a gente para saber como estamos de saúde e acolhe nossas sugestões de melhorias para os processos operacionais relacionados à parte de segurança. Para nós, é muito gratificante estar em um ambiente em que exista todo esse cuidado”, afirma Marcelo.

  

Comentários