Atrações culturais da Festa de Maio atraem cerca de 20 mil pessoas

As atrações culturais da 129ª Festa de Maio de Itapira, maior evento religioso e cultural da região, atraíram pelo menos vinte mil pessoas ao longo dos nove dias de festa. Ao todo, foram 34 atrações distribuídas em dois palcos – o Praça (na Praça Mogi Mirim) e o Cidade (no Largo São Benedito) – em um total de mais de cinquenta horas de programação artística dos mais variados estilos.

Na estimativa do secretário de Cultura e Turismo, Tiago Fontolan, aproximadamente dez mil pessoas prestigiaram as atrações do Palco Cidade. Os maiores públicos anotados foram na sexta, 12, com cerca de cinco mil pessoas prestigiando os shows das bandas Sem Parar e Trio Arena, e no sábado, 13, durante o espetáculo ‘O Quebra Nozes’, que atraiu aproximadamente mil espectadores e encerrou a programação cultural. “No palco Praça o público flutuante era ainda maior, mas diariamente notávamos um grande número de pessoas que assistiam as atrações do início ao fim, em especial durante as apresentações de dança. Mais de dez mil pessoas passaram por lá durante todos os dias, seguramente”, considerou.

Pensando em valorizar e divulgar o artista itapirense, a Secretaria de Cultura e Turismo também se preocupou em montar uma grade de apresentações com maior concentração de atrações do próprio município. Tal fato foi muito bem avaliado pelos próprios artistas, que tiveram na festa um público diversificado para mostrar seu trabalho, e também pelos espectadores, que tiveram a oportunidade de conhecer os talentos locais.

A valorização das tradições também foi um marco na festa deste ano. Na parte religiosa, destaque para a grande participação dos fiéis em todas as celebrações. Pelo lado cultural, a participação das congadas de Itapira, Rio Claro (SP), Mogi Guaçu (SP), Socorro (SP) e Aguaí (SP) deu à festa o tom de resgate da origem da celebração da Abolição da Escravatura e do louvor a São Benedito pelos negros. “Queremos que essa tradição seja cada vez mais forte e que essa festa se torne realmente uma atração turística”, declarou Fontolan.

Com a boa avaliação do evento, a Secretaria passa agora a iniciar o processo de planejamento para 2018, quando a festa chega aos seus 130 anos. Uma reunião de avaliação deverá ser o primeiro passo. Em seguida, a grade cultural começará a ser pensada, com enfoque principalmente em projetos que tenham apoio de leis de incentivo.

Matéria: ASCOM

  

Comentários