Autorizada a construção de 15 novas moradias de locação social

Foi iniciada nesta semana a construção de 15 unidades de locação social pela Secretaria de Obras e Habitação Popular. O projeto disponibilizará moradias temporárias a famílias em condições de vulnerabilidade, a fim de garantir dignidade de vida e condições sociais adequadas para a estruturação e independência socioeconômica de seus integrantes.

As casas estão sendo elevadas em três quadras pertencentes à Prefeitura, localizadas na rua Sebastião Euzébio de Oliveira, no Jardim Paulista, zona Norte da cidade. Correspondendo ao número de casas, 15 famílias serão contempladas com as obras, podendo atender cerca de 75 pessoas.

Para ter acesso ao programa, os beneficiários serão definidos com base em informações coletadas e analisadas minuciosamente pela Secretaria de Assistência Social e Conselho Municipal de Habitação. O prazo de ocupação da unidade é de 12 meses, podendo haver renovação pelo mesmo período.

As novas unidades se somam à parceria estabelecida entre o Município e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) como mais uma boa notícia na área de habitação em Mogi Mirim. O acordo firmado no final de junho prevê a construção de 100 novas moradias populares na cidade.

  

Comentários