Cabeleireiro de Artur Nogueira é morto a tijoladas em Barbosa/SP

O cabeleireiro de Artur Nogueira, Paulo Sérgio Souza Santos (conhecido como Serginho), de 48 anos, foi morto a tijoladas por um suposto companheiro na cidade de Barbosa/SP. O crime aconteceu na noite deste sábado, dia 21 de outubro, durante uma discussão entre os dois. O corpo foi sepultado na cidade de Barbosa, onde ele tinha parentes.

Em contato com a moradora de Artur Nogueira, Tatiana Avelino, amiga de Serginho há 19 anos, ela conta que ficou sabendo do ocorrido através da ligação de uma irmã dele. Segundo ela, ele viajou para a cidade para resolver problemas familiares.

Tatiana conta também que, segundo a irmã de Serginho, ele foi morto com golpes de tijolos na cabeça durante uma discussão com o suposto companheiro de 18 anos. “Conheço o Serginho há 19 anos e estou me sentindo vazia com sua morte, pois nós éramos muito amigos. Não consigo compreender tamanha crueldade! Sei que todos vamos partir um dia, mas a forma como foi tirada a vida dele foi cruel demais”, disse Tatiana.

Segundo informou a Polícia Militar, em reportagem no G1, o crime aconteceu quando os dois homens estavam dentro da casa e começaram a discutir. Uma pessoa que passava na rua ouviu os gritos que vinham da casa e chamou a polícia. Quando uma equipe chegou ao local a vítima já estava morta.

O suspeito do crime tentou fugir, mas acabou sendo encontrado num terreno baldio localizado próximo da casa. Ele foi preso em flagrante e levado para a cadeia de Penápolis/SP. Segundo Tatiana, familiares do acusado, que foi preso em flagrante, alegam que ele tem problemas mentais, mas a polícia continua investigando o caso.

  

Comentários