Calendário para saque do FGTS de contas inativas deve ser disponibilizado ainda este mês

dinheiro2

Divulgação

A Caixa Econômica Federal anunciou no início deste mês que o saque das contas inativas de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) deve ter início agora em março. O calendário para os saques deve ser divulgado na primeira quinzena de fevereiro e para aqueles que estão precisando de dinheiro, esta pode ser uma boa oportunidade de colocar as contas em dia ou, pelo menos, começar a se reorganizar financeiramente.

A estimativa é de que os saques injetem cerca de R$30 bilhões na economia do país, mas os economistas mais otimistas calculam que se todas as pessoas que tem direito ao saque retirarem 100% do valor disponível, este número chegue a R$41,4 bilhões de reais.

A Caixa ainda não determinou, contudo, como a liberação será feita nos meses seguintes à março. Estudasse a possibilidade do saque ocorrer de acordo com a data de aniversário ou pelo número do PIS, por exemplo. A previsão inicial é de que já no próximo mês, uma parte dos trabalhadores com saldo em contas inativas poderá retirar o dinheiro. Segundo o governo, cerca de 10 milhões de brasileiros poderão se beneficiar da medida.

Como saber se você tem uma conta inativa no FGTS?

Para consultar se tem uma conta inativa no FGTS e o seu saldo, o trabalhador pode consultar o site do FGTS. Para acessar o extrato, é preciso ter em mãos o número de identificação social (PIS/Pasep), encontrado na carteira de trabalho, e uma senha, chamada Senha Cidadão, que pode ser criada no momento do acesso neste endereço.

O extrato informa os dados cadastrais e os lançamentos realizados na conta nos últimos seis meses. Saldo e extrato de contas vinculadas, inclusive as inativas, também são informados na página.

Pela internet

É possível conferir o extrato no site do FGTS. Para isso, é preciso ter cadastrada uma senha eletrônica, que pode ser criada em uma página da Caixa.

Em uma agência da Caixa

O trabalhador pode consultar seu saldo e também solicitar uma senha para acesso online em uma agência da Caixa. Para isso, é preciso levar um documento de identificação (carteira de identidade, carteira de habilitação, carteira de trabalho ou certidão civil) e o número de inscrição PIS/Pasep/NIT.

Pelo celular

Há aplicativos do FGTS disponíveis para os sistemas Android e iOS (veja como baixar). Além de ser possível acessar o site via smartphone, o contribuinte pode optar por receber mensagens no celular com informações da conta do FGTS — assim, abre mão da correspondência recebida a cada dois meses com o extrato.

Por e-mail

O cidadão pode também optar por receber o extrato do FGTS pelo e-mail, informando a preferência no mesmo site em que consulta o extrato.

* Zero Hora, com agências

  

Comentários