fbpx

Munícipes compareceram a audiência pública do orçamento para 2017

A Câmara Municipal de Holambra realizou em 19 de outubro audiência pública do orçamento para 2017. Cerca de 30 pessoas entre munícipes, vereadores, diretores e funcionários municipais acompanharam o encontro. A previsão é que as receitas e despesas para o próximo ano girem em torno de R$ 92 milhões.

A audiência foi promovida pela comissão de orçamento, finanças e contabilidade da Câmara, composta pelos vereadores Aparecido Lopes(Cido Urso), Mauro Sérgio(Serjão) e Jacinta Heijden, e foi conduzida pelo economista Rodolfo Silva Pinto e o pelo contador Fábio Adriano de Lima, ambos da Prefeitura.

De acordo com o economista Rodolfo, apesar do cenário econômico nacional permanecer desfavorável  em 2017, a estimativa é de que índices como inflação e PIB tenham pequena melhora, apontando para discreta recuperação da economia. Isso influi no desempenho das contas do município, que é altamente dependente das transferências correntes (repasses do governo estadual e federal). Em 2017 estima-se que essas transferências representem 74% das receitas correntes do município.

As áreas que devem receber maior volume de recursos são educação (R$ 23,2 milhões), saúde (R$ 13 milhões) e urbanismo(R$10,6 milhões). Aproximadamente R$ 9,8 milhões serão destinas à reserva de contingência. Os recursos para gestão ambiental devem somar R$ 8,2 milhões e para o setor de administração R$ 7,1 milhões. A Câmara tem até o final do ano para colocar em votação o PL 18/2016, que regulamenta o orçamento para 2017 (Lei de Orçamento Anual – LOA 2017).

  

Comentários