Campanha de Multivacinação começa na próxima segunda-feira, dia 19

A Campanha Nacional de Multivacinação 2016 tem início nesta segunda-feira, dia 19 de setembro, e segue até o próximo dia 30. Neste período, os pais e responsáveis deverão levar as crianças nos postos de saúde para fazer a atualização da carteira de vacinação. A ação é voltada para menores de cinco anos, para crianças de nove anos e adolescentes de 10 a 15 anos incompletos, mas não exclui a possibilidade que pessoas fora dessas faixas etárias possam fazer a atualização. “É importante fazer essa atualização porque há muitos casos em atraso, principalmente crianças menores de um ano e meninas que não iniciaram o ciclo de vacinação contra HPV. Vale ressaltar que essa não é uma campanha exclusiva de apenas um tipo, mas sim de atualização de vacinas em atraso”, explicou Josemary Apolinário Cipola, chefe da Vigilância Epidemiológica do município.

Durante o período, os responsáveis podem levar as crianças nos postos de saúde de segunda a sexta-feira no horário de funcionamento normal das unidades portando a carteirinha de vacinação. O dia D da mobilização nacional será no sábado, 24 de setembro, quando todos os PPAs permanecerão abertos das 08h00 às 17h00 exclusivamente para atender a demanda de vacinação. “Aconselhamos que as pessoas procurem os postos neste dia, afinal todas as equipes estarão concentradas apenas na Campanha. Também pedimos para que todos levem a carteirinha, que é um documento. Se a criança for ao posto sem carteirinha e não tiver um espelho das vacinas, ela terá que tomar todas”, disse Josemary.

Ao todo, o público alvo do município é de 6.848 pessoas, sendo 4.467 menores de cinco anos e 2.381 meninas entre nove e 13 anos, onze meses e 29 dias. “Temos uma preocupação grande com as crianças menores de um ano que estão com as doses atrasadas e também com as meninas, que não estão tomando a vacina contra o HPV. Vale ressaltar que apenas podem iniciar o ciclo aquelas que ainda não completaram 14 anos. As que forem mais velhas só poderão tomar o reforço caso já tenham tomado a primeira dose. É uma vacina muito importante e precisamos que os pais e responsáveis se conscientizem e levem as meninas no posto para tomar”, alertou a chefe da Vigilância.

Josemary voltou a ressaltar que essa não é uma campanha exclusiva contra poliomielite e, portanto, não serão todas as crianças que receberão a gotinha, mas sim as que estiverem em atraso ou no período de tomar, que é com 15 meses, para reforço das doses primárias.

Ao todo, a Campanha Nacional de Multivacinação oferece imunização contra 18 doenças através das vacinas BCG, Hepatite A e B, Tríplice Viral, Tetra Viral, Penta, DTP, Poliomelite (VIP e VOP), Rotavirus, Pneumocócica 10 valente, Meningocócica C, Febre Amarela, HPV e Influenza.

 

 

  

Comentários