Campinas deve ser a primeira cidade brasileira com entrega por drones

O uso de drones para entregas de encomendas é uma inovação tecnológica em expansão ao redor do mundo. Estados Unidos, Austrália e Japão já testam a alternativa e, agora, o Brasil caminha para fazer parte dessa lista. Uma empresa desenvolvedora de drones parceira do iFood e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) dialogam para levar pela primeira vez a uma cidade brasileira, Campinas, um sistema de entrega de alimentos usando drones.

A fabricante de drones chama-se SMX Systems/Speedbird Aero e se uniu ao iFood para ajudar a empresa a cumprir seu objetivo de fazer entregas com o novo modal já em setembro. Com isso, a companhia de delivery de refeições espera reduzir o tempo de envio do pedido para dois minutos e meio. Se o projeto funcionar e se consolidar em Campinas, a meta é expandi-lo para outras cidades do país.

Segundo o iFood, a parceira trabalha para adequar os equipamentos às exigências dos órgãos reguladores. A SMX Systems/Speedbird Aero fará pedidos formais de autorizações à Anac e ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) para realizar testes pela cidade além do escopo permitido.

Por enquanto, porém, a Anac, afirmou não ter recebido da empresa um pedido formal para testes complexos (em áreas habitadas, por exemplo). O Decea também informou não ter sido contatado pela fabricante. Por isso, ainda não foi estipulada uma data para quando as entregas com drones devem começar.

 


Comentários