Carnaval concentra quatro dias de folia no Parque

A Secretaria de Cultura e Turismo finalizou na semana passada a programação do Carnaval 2019. Serão quatro dias de folia tendo como ponto principal de encontro o Parque Juca Mulato. Todas as atrações são gratuitas.

A agenda tem início na tarde do dia 02 de março, sábado, no espaço ao lado do estacionamento do UNIESI (Centro Universitário de Itapira), polo Avenida Rio Branco. A partir das 16h30 começa a concentração dos grupos que participam da 3ª edição do Circuito de Blocos ‘Zezo Marconi’. A saída dos blocos está agendada para às 18h30 com percurso que segue em direção ao Parque Juca Mulato e presença já confirmada do Bloco da Lira, Bloco Tola Cavalo, Bloco Brejeiros e Bloco Equilíbrio da Birita. O público pode optar por formar seu próprio bloco ou seguir o de sua preferência.

Na chegada junto ao palco do Parque, prevista para 18h45, haverá homenagem para o carnavalesco Adilson Raveta, conhecido principalmente por sua atuação frente à Escola de Samba Unidos da 9 de Julho. Ele e parte de seus companheiros de escola interpretarão alguns de seus principais samba-enredos. A programação do sábado continua com a Banda Explosão, que sobe ao palco às 20h15 e traz um repertório de músicas típicas.

A tarde do domingo, 3, será dedicada às crianças com a matinê a partir das 15h00. Um pouco mais tarde, às 18h30, a professora de dança Nany Barreto comanda um aulão de dança para público de todas as idades. A folia continua com a Banda Explosão, que inicia seu show às 20h15.

Na segunda-feira, 4, haverá matinê a partir das 15h00. Às 20h00 tem início a final do 3º Concurso de Marchinhas Carnavalescas que contará com a disputa de 15 músicas. Haverá a interpretação de todas, apuração dos votos do júri e anúncio dos três primeiros colocados, que receberão os prêmios de R$1.200,00, R$800,00 e R$500,00 para o 1º, 2º e 3º colocado, respectivamente. Encerrando a agenda do dia, o professor Anderson Koy comanda um aulão de dança às 22h00.

A terça-feira, 5, será especialmente dedicada à apresentação da Banda do Nheco, que atrai milhares de crianças e famílias todos os anos. O início do desfile está agendado para às 19h30 e o percurso será iniciado em frente à Escola Júlio Mesquita e segue em direção à sede do SAAE.

De acordo com o secretário de Cultura e Turismo Ricardo Pecego, a expectativa é que a festa siga o sucesso dos dois anos anteriores. “Estou confiante nesse formato que nosso Carnaval está tomando em seu terceiro ano. Temos uma festa alegre, diversa e familiar e esperamos que o público também goste”, afirmou.

Sobre o homenageado

João Adilson Raveta nasceu em 29 de julho de 1942. Aos 15 anos aprendeu o ofício de marceneiro, trabalho que exerceu por quase 30 anos. Sempre apaixonado pelo Carnaval, inspirou-se nos antigos blocos dos anos 50 (do Zé Candóia, Top-Top, Bloco dos Bichos e Bloco da Negada) e fundou, em 1974, o bloco “Unidos da 9 de Julho”. No ano seguinte, após estudar regulamentos do Carnaval carioca, o bloco transformou-se em Escola de Samba e fez sua primeira participação no Carnaval itapirense. O nome da escola faz referência à praça que leva o mesmo nome, situada na região onde Raveta vive com a família e no local que, por muitos anos, foi o ponto de encontro para ensaios da Escola de Samba.

Campeã em muitos Carnavais, a 9 de Julho fez seu último desfile oficial no Carnaval de 1993, quando entrou na avenida com 1200 participantes. Ao longo de seus anos de atividades a escola prestou diversas homenagens à cidade e seus personagens, como Menotti Del Picchia, Caetano Munhoz, Milton Minezzi e também à Rua da Estação, atual Rua José Bonifácio.

 


Comentários