CARRETA DA MAMOGRAFIA JÁ ESTÁ ATENDENDO AS MULHERES DE JAGUARIÚNA

A carreta da mamografia começou o atendimento em Jaguariúna nesta terça-feira, dia 10 de março, e ficará na cidade até este sábado (14). O veículo está estacionado em frente ao Hospital Municipal Walter Ferrari e faz parte do programa Mulheres de Peito, do governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Jaguariúna. O programa oferece exames de mamografia gratuitos e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde.

O público-alvo do programa são mulheres a partir de 35 anos – que deverão estar munidas apenas com o RG e o cartão SUS, sem a necessidade de apresentar pedido médico para o exame de mamografia.

No primeiro dia de atendimento, a procura foi grande. Izilda Tomiate, de 61 anos, estava na fila aguardado a realização do exame. Ela diz que faz a mamografia todos os anos, sempre no Hospital Municipal, e dessa vez preferiu realizar o exame na carreta. “Hoje passei por aqui com a minha filha, vi a carreta e, como fiz pela última vez em janeiro do ano passado, resolvi já fazer o exame”, disse ela. “É importante prevenir o câncer de mama”, completou.

“A gente trabalha com alguns pilares na saúde e a prevenção é um dos mais importantes. Fazer o diagnóstico precoce do câncer de mama facilita para que a gente consiga encaminhar esse paciente antes que a doença avance”, explicou a secretária de Saúde de Jaguariúna, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão. “Nós temos o mesmo exame em nosso hospital, que é feito de acordo com os pedidos médicos. Essa iniciativa visa ampliar o exame para a população, em parceria com o Estado”, afirmou.

Exames e atendimento

A equipe da carreta faz um cadastro dos pacientes e, caso haja algum exame com alteração, a pessoa é encaminhada a um médico ginecologista da rede pública, via regulação do Estado. Os exames com resultados negativos também serão disponibilizados às pacientes nas unidades de saúde do município.

As senhas para atendimento são distribuídas diariamente, na carreta. Durante a semana, são 50 senhas para atendimento das 8h às 18h. Já no sábado serão 25 senhas, para atendimento das 8h às 13h. Segundo o governo do Estado, no ano passado, as carretas percorreram 63 municípios, realizaram 33,4 mil mamografias, 398 ultrassonografias, 17 biópsias e encaminharam 27 mulheres para continuidade do tratamento em unidades estaduais de saúde.

Reportagem: Ricardo Alécio

Fotos: Ivair Oliveira

  

Comentários