fbpx

“Centro de Informação sobre Medicamentos”, da FAJ, atende a comunidade

A partir de agora, qualquer cidadão que apresente dúvidas sobre medicamentos poderá se orientar por meio do Centro de Informação sobre Medicamentos – CIM, desenvolvido pelo curso de Farmácia da Faculdade de Jaguariúna, por meio dos alunos do 9º semestre da graduação.

O CIM tem por objetivo oferecer informações importantes sobre remédios, educar sobre o uso consciente e esclarecer dúvidas a população local. Este serviço também se destina aos profissionais da área de saúde que desejam informações consistentes sobre o uso correto dos medicamentos.

O Centro atuará na Interclínicas, campus III da FAJ e contará com a supervisão dos professores Dr. André Lisboa Rennó e Dra. Michelle Pedroza Jorge, além da colaboração das alunas Jéssica Maiara Tonietti, Pamela Ferreira Delatorre e Larissa Grillo.

Segundo a estudante Pamela Delatorre, o CIM não tem a função de receitar medicamentos, criticar ou analisar prescrições. “A intenção é garantir informações isentas de interesses comerciais, visando o bem-estar da coletividade”, explica a aluna. A base de informações dos colaboradores deriva de conhecimento acadêmico, pesquisas em banco de dados disponíveis na internet e materiais bibliográficos sobre o assunto, como livros, periódicos, e assinaturas on-line.

Além do centro, foi criado o blog CIM FAJ, que pode ser acessado através do endereço: www.cimfaj.blogspot.com.br, e visa levar informações e curiosidades sobre o ramo para todos os interessados, além de divulgar eventos, notícias e contar a experiências sobre o curso de farmácia da FAJ. A aluna Larissa Grillo explica que a criação do blog foi pensada para ser um diferencial da instituição, sendo uma ferramenta a mais no processo de ensino e aprendizado.

“Nosso objetivo com o blog é acrescentar uma fonte de conscientização de ajuda para formar profissionais mais capacitados e proativos frente a relação saúde-doença-medicamento”, conta a participante, que acrescenta o aprimoramento de equipes multidisciplinares de saúde e o trabalho com conceitos também de farmacoterapia e uso racional de medicamentos.

O blog ajuda também a população a entender mais sobre a área, além de incentivar as pessoas a procurar, quando necessário, médicos especialistas em algum problema que a pessoa apresente. Ele se mostra como um projeto eficiente em sanar dúvidas simples do dia-a-dia a população, mas não deve ser levado em conta como uma consulta médica.

Matéria: Lucas Dal’Bó

medicamentos

  

Comentários