Centro Dia do Idoso celebra primeiro ano de atividades

O Centro Dia do Idoso ‘Dr. Murilo Arruda’ comemorou no último dia 27 seu primeiro ano de atividades. O equipamento foi inaugurado oficialmente no dia 4 de junho de 2017, mas as atividades começaram apenas 23 dias depois com a acolhida de seis idosos: cinco mulheres e um homem. Atualmente, o número subiu para 30 idosos, dos quais são 22 mulheres e oito homens.

O Centro Dia do Idoso é regulamentado pela Política Nacional de Assistência Social e Política Nacional do Idoso e caracteriza-se como um espaço destinado a proporcionar acolhimento, proteção e convivência a idosos semidependentes com idade superior a 60 anos, cujas famílias não tenham condições de prover estes cuidados durante todo o dia ou parte dele.

“O serviço é ofertado para idosos sem comprometimento cognitivo ou com alteração cognitiva alterada que estejam em situação de vulnerabilidade ou risco social e cuja condição requeira o auxílio de pessoas ou equipamentos especiais para a realização das atividades diárias. Também é uma condição que os familiares estejam trabalhando ou estudando, não tendo, assim, nenhuma disponibilidade de proverem os cuidados necessários ao idoso”, explicou a coordenadora Luciana Parisi.

O equipamento da Secretaria de Promoção Social tem a finalidade de promover a autonomia, a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida das pessoas participantes. E isso se dá através das diversas atividades desenvolvidas diariamente com os idosos como oficina de terapia ocupacional, atividades físicas leves (caminhadas e exercícios), ginástica terapêutica Lian Gong e oficina de música através do Projeto Viva Música, realizado em parceria com a Banda Lira Itapirense.

O atendimento é feito de segunda a sexta-feira das 07h30 às 17h00 e cada acolhido recebe quatro refeições regulares: café da manhã, lanche da manhã, almoço e chá da tarde. Uma vez ao mês há a comemoração dos aniversariantes do mês e em determinadas ocasiões são promovidas confraternizações especiais como Carnaval, Dia das Mães e Festa Junina. Também constam na programação passeios dentro e fora da cidade, palestras e apresentações culturais. Desde o ano passado, foram 40 atividades diferenciadas, dentre as quais se destacam visitas ao Parque Juca Mulato e aos museus, passeio em Holambra e Águas de Lindóia, Dia da Beleza, palestras motivacionais com professor José Barreto e Glauco Lauri e de orientação com enfermeiros da Rede Básica de Saúde com orientações sobre câncer de mama, hipertensão e diabetes.

Hoje o Centro Dia do Idoso atua com sua capacidade máxima e possui lista de espera de quatro pessoas. O encaminhamento é feito através dos equipamentos da Rede Socioassistencial (CREAS e/ou CRAS).

“Há um ano inauguramos um serviço totalmente novo e hoje só temos motivos para comemorar. O Centro Dia do Idoso é motivo de muito orgulho por podermos oferecer um atendimento especializado para a nossa melhor idade”, comemora o prefeito Paganini.

Matéria: ASCOM

  

Comentários