Ciclovia passará entre árvores do canteiro da Avenida dos Trabalhadores

Uma máquina já faz o trabalho de marcação do traçado da ciclovia que será construída na Avenida dos Trabalhadores.

Para essa obra não será necessário extrair qualquer exemplar de árvore que foi plantado nesses últimos anos.

A maior parte das árvores do canteiro central da Avenida dos Trabalhadores é de plantas pioneiras, que foram inseridas em um local onde não havia árvore ou algum tipo de vegetação pela existência do ramal férreo da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro.

A atual Administração, inclusive, incentivou plantios naquele espaço em parcerias com entidades e empresas, como é o caso da International Paper.

Semana passada, foi feito um estudo e foi concluído que, para a construção da ciclovia, não será preciso retirar aquelas árvores.

Os pontos de ônibus permanecem posicionados do lado direito, sem interferir naquela mata, uma vez que naquele trecho da Avenida dos Trabalhadores tem duas pistas largas e suficientes para comportar o trânsito local.

Outra boa notícia é que 40 exemplares de árvores estão sendo replantados na Avenida clara Lanzi Bueno, onde serão construídas duas pistas da Avenida Alíbio Caveanha.

 


Comentários