Como será a retomada das aulas presenciais no Estado de São Paulo – Pedreira

O Governo de São Paulo anunciou, no último dia 24 de junho, a retomada das aulas presenciais a partir do dia 8 de setembro, em toda a Rede de Ensino do Estado. A medida vale tanto para a Rede Pública quanto para a Privada, da Educação Infantil até o Ensino Superior.

O plano prevê um retorno geral em três fases, em conjunto para todas as cidades, e considera que na data estimada o Estado estará na fase amarela de flexibilização da economia há pelo menos 28 dias. A proposta ainda estabelece uma série de protocolos de higiene e distanciamento que devem ser cumpridos pelas instituições.

Devem voltar às aulas as Creches, Educação Infantil, Educação Básica, Ensino Superior, Cursos técnicos e profissionalizantes. A previsão do Governo é de que todo o estado volte a ter aulas presenciais no dia 8 de setembro. No entanto, os seguintes critérios precisam ser cumpridos para que ela se mantenha: Permanência de todas as regiões do Estado por 28 dias seguidos na fase amarela (ou superior) do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena; Que no anúncio de atualização do plano pelo Governo no dia 4 de setembro, se confirme a estabilização das áreas na fase amarela (ou superior); Que a Rede Pública e Privada apresentem protocolos de planejamento para o retorno.

A volta às aulas serão feitas em esquema de rodízio de alunos definido pelas próprias escolas e dividida em três fases de retomada: Primeira fase: somente 35% dos alunos de cada classe poderão frequentar as escolas a cada dia. Ou seja, em um dia vai um grupo, em outro dia, vai outro. Objetivo é garantir um distanciamento de 1,5 metro entre os estudantes. O distanciamento tem exceções, como no caso da educação infantil e creches, em que não há como manter essa distância entre bebês e cuidadores. Segunda fase: até 70% dos alunos poderão frequentar as escolas a cada dia. Terceira fase: 100% dos alunos podem voltar às salas de aula.

O uso de máscara é obrigatório para todos dentro da instituição e no transporte escolar. A instituição deve fornecer equipamentos de proteção individual (EPIs) para os funcionários. Bebedouro será proibido. Água potável deve ser fornecida de maneira individualizada. Cada um deverá ter seu copo ou caneca. Banheiros, lavatórios e vestiários devem ser higienizados antes da abertura, depois do fechamento e a cada três horas. O lixo deve ser removido no mínimo três vezes ao dia. Superfícies que são tocadas por muitas pessoas devem ser higienizadas a cada turno. Ambientes devem ser mantidos ventilados com janelas e portas abertas, evitando toque em maçanetas e fechaduras.

Os profissionais e estudantes que pertencem a grupos de risco para Covid-19 devem permanecer em casa e realizar atividade remotamente. A recomendação para os pais medirem a temperatura de seus filhos antes de mandá-los para a escola. Caso esteja acima de 37,5°, deve ficar em casa. Recomendação para que as instituições meçam a temperatura das pessoas a cada entrada. Uma sala ou área deve ser separada na instituição para isolar pessoas que apresentem sintomas até que possam voltar para casa.

O Governo de São Paulo afirmou que será feita uma avaliação individual dos estudantes para a recuperação do conteúdo que não foi aprendido durante o período de ensino à distância. Escolas também deverão investir em acolhimento socioemocional e em programas de recuperação para alunos com dificuldades nas matérias. Segundo o Governo, o programa de recuperação terá material didático, apoiado pelo ensino híbrido e com foco em habilidades essenciais. Será oferecido em 2021 o 4º ano do Ensino Médio optativo para os estudantes que quiserem se preparar antes do ingresso no Ensino Superior.

Segundo o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, ainda não há definição se o Ano Letivo será estendido. A previsão do Governo é de que na Rede Estadual as aulas sigam até fim de dezembro, sem prorrogação. Para encerrar o calendário, as escolas precisam cumprir 800 horas de atividades obrigatórias no total, e o Ministério da Educação autorizou que as aulas remotas sejam incluídas na conta.

  

Comentários