Conselho aprova ingresso de Limeira em Consórcio Intermunicipal de Saúde

Prefeitos e representantes de municípios associados ao Consórcio Intermunicipal de Saúde na Região Metropolitana de Campinas aprovaram, por unanimidade, a integração de Limeira ao grupo, durante reunião realizada nesta quinta-feira, 9 de maio, em Holambra. A cidade é a 14ª a ser admitida pelo Conselho no consórcio, junto com Holambra, Artur Nogueira, Cosmópolis, Paulínia, Santo Antônio de Posse, Morungaba, Cordeirópolis, Santa Gertrudes, Amparo, Iracemápolis, Monte Mor, Jaguariúna e Ipeúna. Fundado em 2014, o CISMETRO tem como finalidade realizar ações conjuntas em saúde, estimulando qualidade e agilidade aos serviços públicos prestados à população.

Estiveram no encontro o presidente do consórcio e prefeito de Holambra, Fernando Fiori de Godoy; o prefeito de Limeira, Mário Botion; o de Morungaba, Marco Antônio de Oliveira; o vice-prefeito de Iracemápolis, Messias Humberto de Oliveira, o vice de Cosmópolis, Sílvio Luiz Baccarin; o secretário de Saúde de Limeira, Vítor Santos; os representantes das cidades de Artur Nogueira, Santo Antônio de Posse, Santa Gertrudes, Cordeirópolis, Paulínia e a equipe do consórcio. A participação de Limeira no grupo passa agora por apreciação da Câmara Municipal da cidade.

“Nós estamos buscando a participação aqui no Cismetro pela experiência que o consórcio tem e pela agilidade nos processos de contratação e de credenciamento para resolver alguns problemas nossos de contingência”, explicou o prefeito de Limeira, Mário Botion.

O presidente do CISMETRO, Dr. Fernando, deu as boas-vindas ao município e ressaltou a importância do trabalho conjunto. ” O Cismetro é uma importante ferramenta de trabalho e gestão”, explicou. “A realização de ações compartilhadas e o rateio de despesas comuns permite fazer mais, com menos”, disse.

Atualmente 12 municípios fazem parte do consórcio de forma efetiva. Ipeúna – que teve o ingresso aprovado pelo Conselho de Prefeitos em setembro do ano passado – aguarda a participação ser apreciada pela Câmara Municipal cidade.

 


Comentários