Corrida solidária reúne amigos da APAE

Matéria: Paula Partyka

“Unimos a atividade física, que está em alta, com a solidariedade e inclusão”, fomenta uma das organizadoras da 2ª Corrida e Caminhada da Apae, professora Elisangela 

A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Jaguariúna, realiza no próximo domingo, 19, a 2ª Corrida e Caminhada Solidária. O evento também é alusivo aos 30 anos de Apae Jaguariúna.

A iniciativa partiu da administração da Apae e do contato da professora de Educação Física, Elisangela Ribeiro, com os grupos e eventos de corrida. “Tivemos a ideia e a diretoria autorizou que fosse levado a diante”.

Como entidade, a professora explica que é necessária visibilidade. “Tem cidadão jaguariunense que não sabe onde estamos localizados. Parece que a entidade é invisível, embora seja uma via movimentada, é invisível”, lamenta.

A corrida tem o objetivo de inclusão, onde os alunos e sociedade em geral são convidados para participar. O evento conta com o patrocínio de algumas marcas, as quais ficam estampadas na camiseta que o atleta recebe para a corrida. Para participar, é necessário realizar a inscrição que é efetivada mediante pagamento, que é investido na instituição.

No ano passado, 400 pessoas participaram e neste ano, há uma expectativa de 600 participantes. “Acho que ficamos empolgados demais, mas, acho que não vamos atingir esse número”, disse a professora.

Por isso, as inscrições que deveriam ser encerradas nesta sexta-feira, 10, foram prorrogadas. Até na terça-feira, 14, é possível efetivar a participação no site Runner Brasil. Ainda, quem não conseguir até essa data, pode comparecer até a Apae e se inscrever pessoalmente. “O evento vai acontecer independente de não atingir o número, pois continuaremos atingindo um objetivo”.

A corrida é amadora, mas possui estrutura e apoio. A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Esportes, Departamento de Trânsito, Guarda Municipal e a Secretaria de Saúde.

São provas de 5 e 10km, sendo caminhada e corrida. Quem se inscrever para a prova de 10km, faz o percurso de 5km duas vezes.

Ainda, participam da corrida os corredores da equipe “Pernas de aluguel”, um grupo de Campinas que atletas de Jaguariúna participam. A professora explica que ano passado a equipe participou da corrida e levaram um cadeirante.

Para esse ano, se programaram e divulgaram para que mais alunos participem do momento. Inclusive, já aconteceu um treino com os corredores e com os alunos, pois tem um jeito específico para a condução. “Foi muito bacana. Os pais levaram os alunos e nós também viabilizamos a condução. O pessoal que correu ficou muito feliz, foi uma experiência muito bacana. Os pais que foram (no treino) viram (na corrida) com certeza”, conta a professora.

Elisangela agradece a prefeitura por toda a estrutura proporcionada nos diversos departamentos e todos que patrocinaram, abraçando o evento. “E mais agradecido ainda por quem se inscreveu e vem participar”.

Ainda, convida que a população conheça a Apae. “Porque o que tem na cabeça das pessoas é que a instituição é bancada pela prefeitura, mas não é assim. Tem um monte de escola que é bancada por ser lei, tanto pelo governo municipal como estadual. Mas há uma porção de escolas de estimulação precoce que é bancada com recursos próprios e esses recursos vem de eventos”, afirma.

 


Comentários