CURSO DE CONFEITARIA DO FUNDO SOCIAL FORMA MAIS UMA TURMA

O curso de confeitaria “Fabrique e venda” – uma parceria entre o Fundo Social de Mogi Mirim, o SENAI, o SEBRAE e o Governo do Estado de São Paulo – foi concluído nesta quarta-feira (1) com 18 mulheres mogimirianas formadas.

A turma recém-formada aprendeu, durante uma semana de aulas práticas e teóricas, novas receitas e técnicas para a produção de bolos de pote e sobremesas. O curso foi ministrado pela docente do SENAI, Dayana Paula dos Santos Goveia.

“Foi um curso bastante produtivo. As alunas se mostraram bastante interessadas e participativas. Foram dias de aprendizado intenso, em que produzimos pudim, rocambole, tortinhas de morango e de limão, brownie e os bolos de pote”, contou a professora.

A boleira Marta Rodrigues já vende suas delícias há mais de 10 anos e procurou o curso do Fundo Social para aperfeiçoar suas técnicas culinárias. “Com o curso eu pude aprender técnicas que eu ainda não conhecia e, assim, melhorar a qualidade dos produtos que eu faço”, comentou.

Já a artesã Penha Idalina Pereira Malvezzi, que atualmente vende sua arte nas feiras de Mogi Mirim, sonha alto e já considera, em um futuro próximo, ampliar o seu negócio. “Gostei muito do curso e aprendi bastante. Quem sabe, logo logo, começo a produzir os bolos de pote e vender na feira também”, disse.

Em breve, o Fundo Social irá oferecer mais cursos à população de Mogi Mirim. Assim que novas inscrições forem abertas, será feita a divulgação para que todos tenham a oportunidade de se capacitar.

“Em nosso Plano de Trabalho temos como prioridade o público em vulnerabilidade social. Geralmente, são pessoas desempregadas, que estão em casa paradas, sem uma atividade econômica. A ideia do curso é qualificar essas pessoas e, mesmo que a longo prazo, torná-las economicamente ativas”, ressaltou a presidente do Fundo Social, Suzana Calefi.

  

Comentários