Curso de Farmácia do UNASP inicia programa de estágio em colaboração com o SUS

Alunos do curso de Farmácia do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), campus Engenheiro Coelho, iniciaram o programa de estágio supervisionado em colaboração com o Sistema Único de Saúde (SUS). As atividades são realizadas pelos estudantes na farmácia municipal de Engenheiro Coelho. 

O programa de estágio é uma parceria entre a prefeitura da cidade e a coordenação do curso. Apesar de o processo de residência ter início tardio por conta da pandemia, as práticas estão ocorrendo na farmácia, onde há dispensação de medicamentos essenciais à população.

Os estágios são supervisionados pela professora coordenadora responsável, Dra. Thais do Carmo. Os alunos da primeira turma do curso são inseridos no espaço da farmácia para entender o armazenamento  dos medicamentos, as separações e também os procedimentos para remédios de alto custo e de processo judicial. 

A área do atendimento ao paciente e o contato direto é acompanhado de perto pela Dra. Thais, que vê a prática do estágio como geradora de competências essenciais ao profissional. “O farmacêutico é um profissional de saúde. Então, não basta ter o que chamamos de competência técnica, ele precisa ter o conteúdo, mas tem que ter habilidade e ela só se ganha com a prática”, afirma.  

ESTÁGIO AJUDA A DESENVOLVER ALUNOS

Um aspecto muito importante desenvolvido pelos estudantes no programa de estágio é o contato com a diversidade de pessoas e suas necessidades. A estudante Vitória Reche fala que essa convivência, mesmo que rápida, estimula a empatia. “Entramos em contato com pessoas de todos os sexos, classes sociais e escolaridade, nos ensinando a lidar e aprender sempre com os pacientes e a cuidar melhor de quem precisa”, pontua Vitória. 

A experiência do estágio, além de proporcionar ao aluno  uma vivência no mercado de trabalho, estimula a percepção sobre as áreas da profissão. Jennifer Borges, estudante do curso e aluna do estágio, conta que ela põe em prática o que aprende em aulas teóricas. “O  estágio vai me ajudar completamente na carreira, tanto pra ter certeza da área em que posso investir quanto para ter bagagem nos demais campos da farmácia”, relata Jennifer. 

De acordo com a legislação, estágios na área da saúde precisam ter uma participação no SUS, para que o aluno entenda a política nacional de saúde. Isso permite que ele tenha uma vivência tanto na posição de profissional de saúde, quanto de cidadão.  

  

Comentários