Curso de Medicina é oficialmente iniciado na Faculdade “Franco Montoro”

 

Com 60 alunos matriculados, o curso de Medicina da Faculdade Municipal “Professor Franco Montoro” foi iniciado na manhã desta sexta-feira, dia 17, com uma programação especial. A aula inaugural foi ministrada pelo médico guaçuano Antonio Carlos de Lima Pompeo, o Toninho Pompeu.

O evento realizado no auditório da “Franco Montoro” reuniu estudantes do curso recém-criado, pais e familiares, professores, coordenadores, equipe diretiva, o prefeito Walter Caveanha, o vice-prefeito Daniel Rossi, o ex-prefeito Hélio Miachon Bueno, o deputado estadual Barros Munhoz, os vereadores Luciano Firmino Vieira, Thomaz de Oliveira Caveanha, Luiz Zanco e Francisco Magela Inácio, a vice-prefeita de Mogi Mirim, a médica Lúcia Ferreira Tenório, além de convidados.

O diretor Márcio Antonio Ferreira falou da satisfação em abrir as portas da faculdade para o curso de Medicina, o primeiro de ensino integral na instituição, que acaba de completar 20 anos. “Foram três anos de preparativos para chegar até esse momento, com a formação de nossa primeira turma de Medicina”, disse.

O deputado estadual Barros Munhoz enalteceu o esforço da atual Administração Municipal por persistir num projeto que favorecerá toda a região. “Esse amor pela cidade é o que está proporcionando a realização de um projeto extraordinário não só para Mogi Guaçu, como para toda a região”, afirmou, ao parabenizar o arrojo do prefeito Walter Caveanha.

O prefeito, por sua vez, fez questão de agradecer o empenho e a dedicação de todas as pessoas que se envolveram na criação do curso de Medicina, que irá formar mão de obra para trabalhar na Atenção Básica, no Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos” e na Santa Casa.

Fez questão também de agradecer o professor da aula inaugural, o médico Toninho Pompeo. “É guaçuano, é um amigo pessoal, um profissional do mais alto gabarito, com cadeira na Associação Paulista de Medicina, que nos dá a honra de estar na Franco Montoro nesta manhã”, afirmou.

Presidente da Sociedade Brasileira de Urologia e membro da Academia Paulista de Medicina, Toninho Pompeo, como também é conhecido pelos colegas de medicina, é detentor de inúmeros títulos e agraciado com condecorações nacionais e internacionais em sua extensa carreira.

O CURSO

O novo curso começa com oferta de 60 vagas. Ao contrário dos outros sete cursos de graduação da instituição, que são noturnos, o curso de Medicina será ministrado em período integral, de manhã e à tarde, e terá seis anos de duração, divididos em 12 semestres.

Com turmas anuais de 60 alunos, nestes seis anos 360 futuros médicos estarão colaborando com a saúde pública de Mogi Guaçu na Santa Casa, no Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos” e nas Unidades de Saúde da rede de Atenção Básica do Município.

Nos primeiros dois anos, os estudantes atuarão em visitas domiciliares com agentes de saúde, na dispensação de medicamentos, nas campanhas de vacinação e acolhimento da população. A partir do terceiro ano, poderão auxiliar no atendimento clínico sob a supervisão de médicos-professores e preceptores.

Para os quatro primeiros semestres (2020 e 2021), toda a infraestrutura necessária está pronta, com Laboratório Morfofuncional, Laboratório de Habilidades Clínicas e nova Biblioteca Acadêmica, com acesso, inclusive, a bibliotecas virtuais, e, ainda, a nova cantina para atender a demanda do período integral.

Investimento de quase R$ 3 milhões em financiamento pela Caixa, as obras de construção do novo prédio que abrigará a Faculdade de Medicina no Campus da Cachoeira de Cima a partir do terceiro ano (2022) seguem em ritmo acelerado, com previsão de serem concluídas antes do prazo contratual de 10 meses.

O curso de Medicina recebeu autorização de funcionamento do CEE-SP (Conselho Estadual de Educação de São Paulo) no dia 18 de setembro de 2019, mesmo ano em que a FMPFM comemorou 20 anos de sua fundação, que ocorreu em 1999.

 

 


Comentários