Edição inédita do ‘Crochetaço do Circuito das Águas’ tem oficinas gratuitas em Serra Negra-SP

Atividade solidária acontece no sábado, dia 16 de julho, das 9h às 18h, na praça Prefeito João Zelante, no centro; iniciativa é das voluntárias do grupo Quadradinhos de Amor de Serra Negra e do Fundo Social de Solidariedade

Pessoas que fazem do crochê e do tricô uma paixão, passatempo ou hobby, além do público interessado no aprendizado da arte, têm uma oportunidade única de participar de um evento inédito em Serra Negra, no interior de São Paulo. O 1º “Crochetaço do Circuito das Águas” acontece no dia 16 de julho, sábado, das 9h às 18h, na praça Prefeito João Zelante, no centro da estância. A iniciativa é gratuita.

Parte da programação do Festival de Inverno “Serra Negra in Concert”, a atividade foi criada com a proposta de divulgar o trabalho do grupo voluntário “Quadradinhos de Amor”, criado em Serra Negra, que ao longo dos anos confecciona peças, como mantas, gorros e cachecóis, para depois distribuí-las para crianças e famílias em situação de vulnerabilidade social.

Além disso, a ideia é oferecer a chance para que pessoas de qualquer idade possa ter contato com a arte de crochetar e tricotar por meio do compartilhamento de técnicas e artimanhas. A primeira edição do “Crocetaço do Circuito das Águas” conta com a parceria do Fundo Social de Solidariedade e apoio da Prefeitura de Serra Negra.

“Será um dia de entretenimento para que todos possam aproveitar a oportunidade para crochetar, tricotar, conversar, trocar ideias e experiências. Também vamos ensinar quem quiser aprender, com muita alegria e satisfação de poder compartilhar o conhecimento de todas as voluntárias”, diz a professora Mônica Conti Lopes, uma das organizadoras do grupo Quadradinhos de Amor, sede de Serra Negra.

OFICINAS PARA INICIANTES

Além do espaço de interação destinado a quem já domina a arte, a organização do 1º “Crochetaço do Circuito das Águas” preparou uma programação com sete oficinas de diferentes técnicas. Cada uma delas será realizada em horário pré-definido, sem a necessidade de inscrição prévia. Basta chegar 15 minutos antes do início de cada oficina. Veja abaixo.

“Além de expor a arte, nosso objetivo é mostrar que o crochê e o tricô são acessíveis para qualquer pessoa. São atividades que podem se transformar em uma importante fonte de renda familiar a médio ou longo prazo”, diz Mônica.

A programação traz, por exemplo, oficinas de técnicas dos pontos Pipoca e Chevron em crochê, quadradinhos de tricô, tricô para iniciantes, oficina de crochê, quadradinhos da vovó e emenda de quadradinhos de crochê. O interessado deve levar o material de acordo com a oficina desejada. Além das voluntárias do Quadradinhos de Amor (Serra Negra), a artesã Vitória Quintal, referência no ensino de multitécnicas, confirmou participação do evento.

QUADRADINHOS DE AMOR ENSINA A SOLIDARIEDADE

O grupo Quadradinhos de Amor, de Serra Negra, surgiu em março de 2019 e atualmente conta com ao menos 108 crocheteiras e tricoteiras, com idade entre 16 e 95 anos. As participantes são de Serra Negra e de cidades vizinhas, como Monte Alegre do Sul, Itapira, Amparo, Campinas e Atibaia. Também fazem parte do coletivo pessoas que moram em municípios mais distantes de Serra Negra, como São Paulo e São José do Rio Preto.

Em sua trajetória de quatro anos, o grupo já desenvolveu ações voluntárias relacionadas ao “Outubro Rosa”, Natal e campanhas de inverno. Entre mantas, gorros, cachecóis, casaquinhos de bebê e meias para doação, o movimento solidário já produziu e doou cerca de 10 mil peças feitas de crochê ou tricô.

O objetivo principal do grupo, além de confeccionarem as peças, é valorizar o trabalho manual, ensinar crochê, tricô e bordado e levar alento às pessoas que passam por dificuldades, através de acolhimento, interação humana e trabalho coletivo.

O projeto filantrópico Quadradinhos de Amor tem grupos espalhados pelo Brasil inteiro, com pontos de trabalho em cidades como Brasília, Belo Horizonte, Curitiba e São Paulo. Interessados em se juntar ao coletivo de Serra Negra podem entrar em contato pelo WhatsApp (19) 9.9899-1747.

Serviço
1º “Crochetaço do Circuito das Águas”
Local:
 Praça Prefeito João Zelante
Endereço: Praça João Zelante, s/n, centro, Serra Negra-SP
Dia: 16 de julho, sábado
Horário:9h às 18h
Participação: Gratuita
Programação de Oficinas – Dia 16 de julho, sábado
Horário: 9h às 9h50
Tema:
 Ponto Pipoca em crochê
Aula: Maria Regina da Costa
O que levar: Um novelo de lã e agulha de crochê nº 3,5 ou 4
*É necessário ter conhecimento dos pontos básicos de crochê
Horário: 10h às 10h50
Tema
: Quadradinhos de tricô
Aula: Rose Buzzo
O que levar: Um novelo de lã e agulhas de tricô n° 5 ou 6

Horário: 11h às 11h50
Tema
: Oficina de tricô para iniciantes – pontos básicos
Aula: Mirian América Buzzo
O que levar: Um novelo de lã e agulhas de tricô n° 5 ou 6

Horário: 12h às 12h50
Tema:
 Oficina de Coração de crochê
Aula: Mônica Conti Lopes
O que levar: Um novelo de lã e agulhas de tricô n° 3,5 ou 4
*É necessário ter conhecimento dos pontos básicos de crochê

Horário: 13h às 13h50
Tema:
 Ponto Chevron em crochê
Aula: Maria Lúcia Topan
O que levar:
 Dois novelos de lã de cores diferentes e agulha de crochê n° 3,5 ou 4
*É necessário ter conhecimento dos pontos básicos de crochê
Horário: 14h às 15h30
Tema: 
Quadradinho da Vovó – Granny Square
Aula: Léia Romanzini
O que levar: Um ou dois novelos de lã de cores diferentes e agulha de crochê n° 3,5 ou 4
Horário: 16h às 17h
Tema:
 Emenda de quadradinhos de crochê rápida e econômica
Aula: Izabel Cristina Pires
O que levar: Lã e agulha de crochê n° 3,5 ou 4
*O interessado deve levar 4 ou mais quadradinhos de crochê prontos

  

Comentários