Encontro sobre Saneamento Rural reúne moradores no Pinhalzinho

Com o objetivo de incentivar o envolvimento e participação da comunidade nos planos municipais de instalação de sistemas de Saneamento Rural em Holambra, a Prefeitura promoveu no último dia 26 de setembro uma oficina de troca de ideias na Casa do Trabalhador, instalada no bairro Pinhalzinho. O encontro reuniu mais de 30 moradores de bairros rurais da cidade.

A apresentação foi realizada pelo superintendente do SAEHOL, Geraldo Veloso, com o apoio do ex-vereador Pedro Weel e de sua filha, a consultora ambiental Silvia Weel. Os participantes puderam conhecer os trabalhos já realizados, as ações que estão em andamento, tirar dúvidas e dar sugestões à equipe para complementar a proposta de execução dos planos municipais.

Durante o encontro, Geraldo falou sobre o cumprimento de etapas relativas ao tratamento de esgoto e sobre o plano estratégico de execução de saneamento zona rural.

“Os imóveis que estão isolados de grupos maiores terão as fossas biodigestoras do projeto Nascentes de Holambra, enquanto os que se localizam em agrupamentos terão projetos de tratamento coletivos como o que foi inaugurado no Palmeiras”, destacou.

Além disso, superintendente ressaltou a necessidade de a comunidade tratar a água de consumo na zona rural, através, principalmente, de cloração. Ele lembrou que metodologias para este tratamento são disponíveis a custos baixos e que os interessados podem buscar orientações junto ao SAEHOL pelo telefone (19) 3802-2849.

Novas melhorias
No mês de setembro, a Prefeitura inaugurou a primeira Estação Rural de Tratamento de Esgoto de Holambra, construída no bairro Palmeiras. A melhoria atende a mais de 350 pessoas, incluindo a escola e a creche locais. Ela é fruto de uma parceria entre o Executivo, o Governo Holandês e iniciativa privada.

Além da estação, outras 166 fossas biodigestoras – com capacidade para atender a moradias com até 10 pessoas – já estão sendo instaladas por meio do programa Nascentes de Holambra, desenvolvido em parceria com o Governo do Estado.  O objetivo é instalar sistemas de tratamento de esgoto em 100% da área rural do município até 2022.

Matéria: ASCOM

  

Comentários