Equipe de paratletismo inicia treinamentos para a temporada 2022

 

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer iniciou os treinamentos da equipe de paratletismo de Mogi Guaçu visando as competições de 2022. Cerca de 10 paratletas com idade entre 18 e 40 anos começaram os treinamentos na segunda-feira, 10 de janeiro, no ginásio de esportes Carlos Nelson Bueno (Furno), no Parque Cidade de Nova.

 

“Temos a intenção de participar do calendário de competições oficiais do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que inicia em março”, contou o assessor e coordenador de Esportes Paralímpicos, Maycon Cléber Tomé.

 

Ele explicou que o trabalho integra o projeto Formando Campeões Paradesporto de Mogi Guaçu. “O projeto vem de encontro com as necessidades de estruturarmos nossa prática paradesportiva com a finalidade de entregar a melhor preparação, avaliação e metodologia de treinamento para os nossos paratletas guaçuanos”, comentou.

 

Maycon Tomé destacou que “todos os protocolos de combate à Covid-19 estão sendo seguidos à risca durante os treinamentos da equipe de paratletismo. A higienização é constante com álcool em gel o tempo todo, evitando contato e sempre com a utilização de máscaras”.

 

Entre os destaques da equipe estão a paratleta Carolina Roncato, que bateu o recorde nacional no lançamento de disco atingindo a marca de 19,03 metros e sagrou-se campeã da modalidade nas Paralimpíadas Universitárias, em setembro, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. O outro é Clodoaldo César do Prado, paratleta guaçuano com deficiência visual que participou da Corrida Internacional de São Silvestre, no último 31 de dezembro, ficando na sexta colocação da prova de sua categoria.

 

Segundo Maycon Tomé, o intuito é fomentar no município o paradesporto para crianças, adolescentes e adultos propiciando a inclusão social por meio do esporte. “Nosso próximo passo é formar uma equipe de basquete em cadeira de rodas e, na sequência, uma de vôlei sentando”, contou.

 

Em dezembro passado, o assessor e o secretário de Esporte e Lazer, Raphael de Godoy Locatelli, estiveram em São Paulo para receber um kit paralímpico que foi entregue pelos secretários do Estado de São Paulo de Esportes, Aildo Rodrigues, e dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Célia Leão.

 

“Mogi Guaçu foi contemplada com um dardo, um disco de lançamento, uma bola de peso, um club de arremesso, uma rede de voleibol, dois jogos de bocha, cinco bolas de voleibol, cinco flutuadores, cinco bolas de futsal com guizo e seis raquetes de tênis de mesa”, disse.

 

Maicon Tomé ressaltou que a pasta já vem trabalhando há algum tempo com o paradesporto no município. “Também realizamos a segunda edição do Festival Paralímpico Loterias Caixas 2021, nas dependências do Sesi, que foi destinado para crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos com deficiência física, visual ou intelectual”, finalizou.

  

Comentários