fbpx

Escola municipal vence premiação nacional do Detran-SP

“Brincando e convivendo em paz” foi o tema do projeto apresentado pela EMEB “Nelson Neves de Souza”, ganhadora do prêmio nacional do “Programa Educação Viária é Vital”, promovido pelo Detran-SP em parceria com a Fundação MAPFRE. A escola concorreu com diversas escolas brasileiras e foi a primeira colocada do país.

O programa foi realizado em 16 escolas municipais que aderiram ao projeto. Professores realizaram um curso sobre o assunto e depois, repassaram os conhecimentos aos alunos, que realizaram trabalhos práticos sobre educação viária. Destes, alguns trabalhos foram selecionados para participar da premiação nacional. O prêmio é um aparelho data-show que será entregue à EMEB em breve.

Desenvolvida em parceria com a Fundación MAPFRE, a iniciativa visa estimular a pesquisa sobre as condições da circulação viária nas comunidades próximas às escolas, a fim de incentivar educadores e alunos a adotarem um comportamento mais seguro no trânsito e a apresentarem propostas de melhorias para o deslocamento de pedestres, condutores e passageiros.

O município manifestou interesse em aderir ao programa em maio deste ano e o DETRAN-SP acenou positivamente à realização do projeto em Mogi Mirim, tendo em vista que o município aparece em 5° lugar na regional de trânsito de Campinas II, com o maior número de óbitos por acidentes de transportes terrestres, conforme dados do Observatório Paulista de Trânsito (OPT) de 2012.

O programa, que tem duração de três anos, capacitará por ano 72 professores dos ciclos 1 e 2 do Ensino Fundamental (1º ao 9º ano), para que os educadores elaborem junto a seus alunos projetos escolares sobre o tema.

No próximo ano, a pauta será “Circulando pelo Bairro”, com enfoque na pluralidade cultural que pode ser observada no entorno de cada escola. Por fim, em 2017, o tema será “Circulando pela Cidade”, que tem como objetivo fomentar a reflexão sobre a mobilidade nos centros urbanos.

Os materiais de apoio são cedidos pela Fundación MAPFRE, não havendo custos para a administração municipal.

  

Comentários