Estudantes de Mogi Guaçu fazem trecho da Rota da Revolução

Alunos do 9º ano do Ensino Fundamenta da EMEF “Waldomiro Calmazini”, de Mogi Guaçu, estiveram em Itapira na manhã de ontem, dia 11 de agosto, e hoje, dia 12, para uma visita guiada à Exposição permanente da Revolução de 1932 no Museu Histórico e Pedagógico “Comendador Virgolino de Oliveira” e partiram, logo em seguida, para o bairro de Eleutério, onde fizeram um trecho da Rota da Revolução, lançada oficialmente no último dia 9 de julho.

Na quinta, 56 alunos chegaram às 8h30 e assistiram à palestra sobre as batalhas ocorridas na região proferida pelo Diretor do Museu, Éric Apolinário, e puderam ver de perto todo o acervo relacionado ao embate de 1932. Depois de uma pausa para lanche, eles seguiram então para a região de Eleutério, onde visitaram a Estação de Trem e a Cadeia. Durante todo o trajeto, Apolinário falava sobre as ocorrências relacionadas aos pontos históricos.

Nesta sexta, 12, outro grupo com 55 alunos fizeram o mesmo cronograma de atividades, com acréscimo da visita à ponte de divisa entre os estados de São Paulo (Eleutério) e Minas Gerais (Sapucaí). “Lá falamos um pouco sobre as batalhas ocorridas nas cidades da nossa região e como era a rotina dos soldados. O interessante desse estudo ‘in loco’, é que os estudantes podem ter uma dimensão maior do que foram os embates de 1932. O aprendizado fica mais dinâmico”, enfatizou Éric Apolinário. Nos dois dias, o passeio foi encerrado às 11h30.

Satisfeitos com a experiência, os professores da escola guaçuana não descartam a possibilidade de repetir o passeio educativo com outras turmas. “O pessoal do Ensino Médio também está bem interessado, mas por enquanto ainda não temos nenhuma data definida”, finalizou Apolinário.

As visitas guiadas no Museu e também em trechos da Rota da Revolução são abertas a todas as escolas itapirenses ou de municípios vizinhos. O agendamento deve ser feito através do telefone (19) 3863.0835.

Matéria: Prefeitura de Mogi Guaçu

  

Comentários