Famílias participam de Oficina sobre alimentação especial para autistas, promovida pela Prefeitura de Jaguariúna

A Secretaria Municipal de Saúde de Jaguariúna, por meio de seu Serviço de Fonoaudiologia, realizou na quarta-feira, 19, a Primeira Oficina de Culinária para crianças em investigação ou já com diagnóstico definido para Transtorno do Espectro Autista (TEA). A Oficina aconteceu nos quiosques anexos à Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Roseira de Baixo e reuniu cerca de 25 participantes.

Conforme a secretária de Saúde, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, a Oficina de Culinária surgiu de uma parceria feita pela Prefeitura com o curso de Nutrição do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ). Teve, também, a participação direta dos pais, que foram convidados e compareceram para tirar dúvidas sobre as especificidades da alimentação das crianças autistas.

“Esse é mais um passo para que tenhamos o atendimento adequado na rede municipal de saúde para esses pacientes, sempre com o envolvimento das famílias. Isso é fundamental para que os avanços possam ser alcançados, sejam eles de desenvolvimento pessoal ou de interação social dos autistas”, destaca a secretária.

 


Comentários