Farmácia 24h de Jaguariúna atende 250 a 300 pacientes por dia

Matéria: Paula Partyka

A Farmácia 24h do Hospital Municipal Walter Ferrari conta com auxiliares, técnicos e um farmacêutico disponível 24h por dia, todos os dias.

A farmácia do Hospital Municipal de Walter Ferrari é a única 24h em Jaguariúna. Foi implantada pelo prefeito Gustavo Reis, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inaugurada em 2009, ou seja, durante sua primeira gestão (2009 a 2012) frente a prefeitura.

A secretária de Saúde do município, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, conta que a principal motivação foi suprir a falta de medicamentos para boa parcela da população que necessitava deles fora do horário normal de atendimento. “É que antes as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) fechavam às 16h. Então, muitas vezes, por não ter dinheiro para comprar o remédio, a pessoa ficava um final de semana inteiro sem ser medicada”.

Para Maria Aparecida Dal Bo, esse horário é muito bom. “Porque quem passa na urgência a noite precisa de remédio”. E Edivalda Sandes concorda. “É o horário correto, pois dor não escolhe hora”.

A secretária explica que após o paciente passar pelo atendimento médico no Pronto Socorro (PS), ele se dirige para a Farmácia 24h portando a prescrição médica e o Cartão Cidadão. Dessa forma, ele pode adquirir os medicamentos prescritos pelo médico, medicamentos necessários em uso imediato como antibióticos, analgésicos, anti-inflamatórios, dentre outros.

A necessidade desse horário de atendimento surgiu do fato que Jaguariúna é uma cidade onde as farmácias particulares não trabalham em tempo integral. “Outro fator foi que muitas famílias não tinham condições financeiras de adquirir a medicação prescrita pelo médico. Dessa forma, a Secretaria de Saúde implantou a Farmácia 24h no Hospital Municipal com uma enorme vantagem para a população usuária do Sistema Único de Saúde (SUS): o cidadão retirar tudo gratuitamente”, considera Maria do Carmo

A farmácia atende de 250 a 300 pacientes por dia. No período da noite/madrugada são atendidos, em média, de 80 a 100 pacientes. O atendimento é direcionado para os pacientes atendidos no hospital pelo SUS. Mas, pacientes portadores do Cartão Cidadão de Jaguariúna, regularizado, também tem direito.

Em relação à necessidade e busca de medicamento pela população fora do “horário comercial”, é real. “Pois geralmente são medicamentos prescritos para pacientes que necessitam de uso imediato”, afirma Maria do Carmo.

 


Comentários