GM de Jaguariúna dá aulas gratuitas de jiu-jitsu e cria elo com jovens nas comunidades

Adolescentes de vários bairros de Jaguariúna – num total de 79 –participam de aulas gratuitas de jiu-jitsu ministradas por um integrante da Guarda Civil Municipal (GCM) por meio do “Projeto Instrutor Amigo”, que completa seu primeiro ano de atividade e é motivo de comemoração por parte da corporação.

“Esse projeto começou de forma tímida, pois a garotada tinha um certo receio em se aproximar e participar ativamente das aulas, mas quando viram que os primeiros colegas aderiram, muitos foram se entusiasmando e hoje temos até lista de espera”, explica o Inspetor GM Gonçalves, que acompanha o desenvolvimento do projeto.

Conforme Gonçalves, as aulas ajudaram a afastar das ruas os adolescentes que antes, devido ao tempo ocioso, eram considerados ‘problemáticos’, mas que agora, graças ao convívio e a integração entre eles próprios e o instrutor, são os mais entusiasmados e participam com mais assiduidade.

“Utilizar o esporte como ferramenta de inserção social não é nenhuma novidade, claro, mas os resultados alcançados, sim, devem ser comemorados”, destaca Gonçalves, que aposta no sucesso e no crescimento da iniciativa, que tem o apoio da Prefeitura de Jaguariúna e deverá chegar a outros espaços públicos da cidade para ampliar a participação de jovens da periferia.

Dias alternados

As aulas acontecem em dois parques públicos da cidade e são ministradas pelo GM Nunes (Fabrício Nunes), que está há 16 anos na corporação e é instrutor de defesa pessoal (jiu-jitsu), tendo treinado inclusive policiais militares de Jaguariúna. No “Espaço Cola Aqui”, criado pela Prefeitura e que funciona dentro do Parque Menegon, no Jardim São José, as aulas com 32 meninos e meninas adolescentes do bairro e imediações acontecem a partir das 16h30, de segunda a sexta-feira.

“Num mês, como agora, em março, nossos treinamentos são feitos durante os dias ímpares, e no outro alternamos para os dias pares. Já no bairro Nova Jaguariúna, montamos os tatames no espaço do Parque Benedito Bergamasco às segundas e quartas-feiras, às 15h, e de terça e quinta, às 8h30 da manhã”, explica o GM Nunes.

Além das noções de defesa pessoal, o trabalho dele com os outros 47 participantes inclui ainda orientações como respeito ao próximo e seguir regras para um bom convívio social, entre outras coisas.

Matéria: ASCOM

  

Comentários