Greve dos bancários paralisa agências em Holambra

Teve inicio na última terça feira, dia 6 de setembro, a greve nacional dos bancários, na qual os trabalhadores reivindicam reajuste salarial e melhorias no setor. Em Holambra, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, pararam as atividades e estão funcionando apenas os serviços em caixas eletrônicos.

Segundo dados de julho do Banco Central, o país tem 22.676 agências bancárias instaladas e mais de sete mil encontram-se fechadas por tempo indeterminado. A categoria pede reajuste salarial de 14,78%, junto à reposição inflacionária anual referente a 5%, que tem o apoio de mais de 130 sindicatos em território nacional.

A proposta feita pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), apresentou reajustes de 6,5%  sobre os salários, a PLR e os auxílios refeição, alimentação, creche e abono de R$ 3 mil, mas foi rejeitada pelos bancários. Os sindicatos alegam que a oferta ficou abaixo da inflação de 9,57% projetada para agosto deste ano e representa perdas de 2,8% no bolso de cada bancário.

Procon Campinas orienta

É direito básico do consumidor o acesso aos serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos. Sendo assim, caso o consumidor necessite quitar algum boleto, poderá recorrer aos serviços de autoatendimento. Algumas contas, por exemplo, podem ser pagas em lotéricas, correspondentes bancários e até mesmo pela internet. No entanto, o consumidor deve estar atento aos valores máximos para pagamento.

Na impossibilidade de obter alguma alternativa para realizar a operação, é recomendável que o consumidor entre em contato com a empresa ou pessoa física com quem tem contrato e verifique a probabilidade de efetuar o pagamento diretamente com o credor ou alterar a data de vencimento.

É importante contatar o banco pelos canais de atendimento (SAC, email, chat, etc) para obter informações sobre quais agências estão em funcionamento e qual é a mais próxima de sua residência. Os bancos também possuem o serviço de Ouvidoria, no qual os usuários podem efetuar suas reclamações. Além disso, há o Banco Central, que regula os serviços prestados pelas agências bancárias e pode ser acionado em casos de irregularidades.

Caso o pedido não seja atendido, o Procon Campinas esclarece que o consumidor poderá recorrer ao órgão para registrar a reclamação, informando o número de protocolo dos contatos realizados com o banco.

Matéria: Amanda Sisti

greve1

 

 


Comentários