Homicídio qualificado ocorrido na noite de 26 de maio é esclarecido pela Polícia Civil de Pedreira

Setor de Investigações Gerais (SIG) efetuou a prisão de dois indivíduos na manhã desta quinta-feira, 13, um deles confessou o crime

Após um minucioso trabalho de inteligência e investigação, os policiais civis do Setor de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia de Polícia Civil de Pedreira, acreditam terem elucidado o caso de homicídio ocorrido na noite do domingo, dia 26 de maio, na cidade. Como resultado das investigações, os policiais prenderam, na manhã desta quinta-feira, 13, dois indivíduos, sendo um deles o provável autor do assassinato.
De acordo com o delegado titular da cidade, Dr. Richard Alain Lolli, foram vários dias de trabalho intenso até que fosse possível desvendar a autoria do crime. “Tivemos um detalhado levantamento de informações e imagens para ligar o indivíduo ao crime”, informou.
Diante das provas colhidas, a Justiça expediu as prisões temporárias na quarta-feira e, às 06:00 da manhã desta quinta-feira, os policiais civis seguiram até uma residência na Rua Valério Policarpo, no Jardim Alzira, e detiveram um rapaz. Já na rua Florindo Pelatti, no Jardim Santa Clara a polícia prendeu mais um indivíduo.
De acordo com a polícia, um deles confessou o crime e o outro estava dando cobertura para que os policiais não chegassem até o autor do homicídio. Nas buscas pela casa, a Polícia Civil localizou um revólver calibre 38 com cinco munições, arma que possivelmente foi utilizada para a execução do crime, de acordo com os investigadores. Toda a ação contou com o apoio da chefia de investigação do SIG de Jaguariúna.
Os dois indivíduos estão detidos na Delegacia de Polícia Civil de Pedreira onde permanecerão à disposição da Justiça

O HOMICÍDIO

Por volta das 20h do domingo, 26, a vítima Antônio Ivan Gonçalves da Costa de 41 anos, morador do Jardim Santa Clara, foi morta com quatro tiros quando seguia para sua casa. A Polícia colheu evidências de que os disparos foram efetuados pelo indivíduo que foi preso nesta quinta-feira. O corpo de Antônio foi levado para ser velado e enterrado no Estado de Pernambuco, sua terra natal.

  

Comentários