fbpx

Índice de criminalidade em Artur cai 18% no primeiro semestre

O índice de criminalidade em Artur Nogueira caiu 18% no primeiro semestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, em todo o primeiro semestre deste ano foram registrados 652 delitos, em contra partida, ano passado o município teve 794 casos registrados. Os dados foram apresentados pela Polícia Militar na última terça-feira (15) durante a reunião do Conselho de Segurança (Conseg) na Câmara Municipal de Vereadores.

Os crimes com maior disparidade foram os de lesão corporal dolosa – quando há intenção de machucar –, que diminuiu em 38 os casos, passando de 165 (2014) para 127 (2015); roubos – quando há ameaça –, que caíram de 72 para 40 casos no primeiro semestre; e furtos – quando não há ameaça – com 29 registros a menos este ano, queda de 302 ocorrências para 273.

Segundo o presidente do Conseg, Denisar Franco, o principal motivo para as quedas de roubos e furtos foi o aumento do policiamento e a união da Guarda Municipal com à PM. “A queda principal ocorreu pelo aumento de contingente e um trabalho mais próximo da GM com a PM. Isso focado teve resultado no índice”, aponta.

Ainda tiveram queda os casos de Lesão Corporal Dolosa por acidente de trânsito (de 131 para 110), roubo de veículos (41 para 20) e furto de veículos (45 para 28).

De acordo com o tenente da Polícia Militar, Renan Alcântara, as quedas tiveram a ver com a distribuição do efetivo, uma vez que o foco das patrulhas é o trabalho preventivo. “Com um estudo mais apurado de onde estavam e qual horário dos crimes, passamos a intensificar o patrulhamento nessas áreas. A ação de presença ou resulta em flagrante ou na inibição do ato infracional.”

Em contrapartida os casos de tentativas de homicídios subiram de uma para duas; roubo de carga de uma para três; e tráfico de entorpecentes de 24 para 25 casos no período.

  

Comentários