Jaguariúna cai em gestão fiscal revela estudo nacional

Jaguariúna foi surpreendida na última semana com a divulgação do índice Firjan de Gestão Fiscal. Segundo o levantamento feito pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, a gestão fiscal do município teve uma expressiva queda de 2014 para 2015, caindo de 0,5997 para 0,4525, numa escala de 0 a 1.

Jaguariúna ocupava a posição número 148 no ranking do IFGF, que na ocasião avaliou o desempenho fiscal de 635 cidades paulistas. Já no ranking nacional do mesmo índice, sua posição em 2014 foi a número 1.030 dentre 5.220 municípios avaliados.

Com o novo Índice de Gestão Fiscal, de 2015, Jaguariúna caiu no ranking paulista de 148 para 313 dentre 602 municípios avaliados. Quanto ao ranking nacional, Jaguariúna despencou de 1.030 para 2.270 dentre 4.688 municípios presentes na avaliação.

O estudo do sistema FIRJAN tem o objetivo de incentivar e a cultura da responsabilidade administrativa nas prefeituras municipais de todo o país, ajudando na melhoria da educação e qualidade de vida da sociedade em geral. Ele tem por base estatísticas oficiais fornecidas pelas próprias prefeituras à Secretaria do Tesouro Nacional.

Os indicadores para os seus cálculos são itens como receita própria, investimentos, gastos com pessoal e liquidez, elementos que revelam a capacidade de arrecadação e investimentos de cada município, o grau de rigidez com que trata o seu orçamento e sua suficiência de caixa, revelando a saúde financeira e o potencial de arrecadação de cada um deles, além da capacidade de cada prefeito em administrar as contas da sua cidade.

estacao-ferroviaria-jaguariuna

  

Comentários