Jaguariúna comemora resultados positivos no combate ao mosquito da dengue

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya, comandadas pela Secretaria municipal de Saúde de Jaguariúna apresentam números altamente positivos nestes primeiros meses do ano. De acordo com um balanço divulgado pela Divisão de Zoonoses e Controle de Vetores, no período de janeiro a abril de 2017, os números atestam que a eliminação de criadouros durante os diversos arrastões, com visitas casa a casa, contribuíram em grande escala para a redução de casos de dengue (confira tabela abaixo).

O trabalho, realizado em conjunto em todas as ocasiões, reuniu agentes de saúde da Prefeitura e os caminhões cedidos pelo departamento de Obras, para a coleta do material retirado das residências e comércios visitados. Conforme um balanço da Divisão de Zoonoses, o trabalho de rotina dos agentes comunitários de saúde cobriu 4295 imóveis no ano de 2015, registrou 2722 em 2016 e chegou a 17.491, nos primeiros quatro meses de cada ano.

Conforme a secretária de Saúde de Jaguariúna, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, as visitas casa a casa, o trabalho de conscientização da população e a eliminação dos criadouros – latas, garrafas, pneus velhos entre os principais –, além de acabar com água parada em vasos nos cemitérios e nos pratinhos sob os vasos de xaxim nas casas, foram fundamentais. “Podemos respirar aliviados diante desses resultados altamente positivos porque o trabalho foi bem feito e tivemos a contribuição da população, mas jamais devemos baixar a guarda”, lembra a secretária.

Casos positivos de dengue em Jaguariúna – 1º Quadrimestre

Meses               2015         2016         2017

Janeiro              29            06            01

Fevereiro           83            10            01

Março               465           16            01

Abril                 275           09            01

Total                 852           41            04

Matéria: ASCOM/Fotos: Ivair Oliveira/Arquivo PMJ

  

Comentários