Jaguariúna participa de wokshop sobre medidas para reduzir mortalidade materna

Jaguariúna foi a única cidade da RMC (Região Metropolitana de Campinas) a participar da Oficina “Estratégias para a Saúde das Mulheres”, que teve como foco a redução da mortalidade materna (Zero Morte Materna por Hemorragia (0MMxH).

O workshop foi organizado pela Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo e em parceria com a OPAS/OMS (Organização Panamericana de Saúde/Organização Mundial de Saúde) e aconteceu esta semana, na capital paulista.

A secretária de Saúde de Jaguariúna, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, que participou do evento juntamente com sua equipe e a diretoria do Departamento de Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura, destacou a importância dessa iniciativa.

“Essa oficina teve por objetivo apresentar às regionais de saúde da cidade de São Paulo os dados sobre mortalidade materna no antes, durante e pós-parto, além das formas de prevenir essas mortes e os benefícios da capacitação dos profissionais de saúde para evitar o aumento desde índice em níveis nacionais”, explica a secretária.

Conforme Maria do Carmo, durante o evento foi apresentado também como as oficinas práticas acontecem nos municípios, através de treinamentos teórico e prático para as equipes de saúde que trabalham direta ou indiretamente com pacientes gestantes.

Maria do Carmo lembrou ainda que a Secretaria de Saúde de Jaguariúna já trabalha, há pelo menos um ano, com o programa “Tempo de Crescer”. Esse programa enfoca a saúde da mulher gestante e busca manter Jaguariúna com o índice zero no que diz respeito à mortalidade materna.

“Vamos elaborar um anexo ao projeto e enviá-lo à diretoria da OPAS/OMS, que ofertou a proposta para que a Oficina Teórica e Prática aconteça em nosso município”, explica a secretária.

O objetivo da Oficina, segundo ela, é reciclar os conhecimentos dos profissionais da saúde da rede pública de Jaguariúna, bem como dos profissionais dos demais municípios da RMC. A previsão é que a Oficina seja realizada em Jaguariúna até o mês de junho.

Vale lembrar que a prevenção à mortalidade materna é parte das metas do Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, à qual Jaguariúna está engajada em atender desde o início da atual gestão.

  

Comentários