Mogi Guaçu assina dois convênios com o Governo de São Paulo

A Prefeitura de Mogi Guaçu, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) e do Fundo Social de Solidariedade, assinou na sexta-feira, 17 de dezembro, dois convênios com o Governo de São Paulo para receber o Programa Escolas de Qualificação Profissional e o Projeto Estadual Cozinhalimento.

O evento aconteceu no Palácio dos Bandeirantes com a presença do governador do Estado, João Dória, e da presidente do Fundo Social de Solidariedade de São Paulo, Bia Dória. O prefeito Rodrigo Falsetti esteve representado na assinatura dos convênios por Ana de Elisabete Filomeno, presidente do Fundo Social e Maura Fagundes, gerente da Secretaria de Assistência Social.

Por meio do programa de qualificação profissional serão desenvolvidas na cidade oficinas direcionas para a construção civil através do curso de pedreiro e a escola da moda com os cursos de costura básica e costura avançada. “O objetivo do Programa Escolas de Qualificação Profissional é incentivar a capacitação de agentes multiplicadores em áreas consideradas estratégicas e a qualificação de pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica”, contou Ana de Elisabete Filomeno.

Já o Projeto Cozinhalimento vem para Mogi Guaçu por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo com a finalidade de promover a instalação de cozinhas-piloto experimentais nos municípios paulistas. “Este projeto foi uma conquista da Secretaria de Assistência Social do município e estimula a adaptação e a difusão de conhecimentos e técnicas para a implementação de ações de segurança alimentar e nutricional sustentável”, disse.

Ana Filomeno destacou ainda que “a educação e a conscientização de práticas alimentares saudáveis e equilibradas, através de cursos, palestras, treinamentos e eventos educativos com foco no combate ao desperdício, manipulação dos alimentos e no aproveitamento de suas partes não-convencionais, beneficiará a população guaçuana na capacitação de geração de renda”.

As oficinas e o projeto serão realizados e implantados no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) – Norte, no Jardim Ypê I.

  

Comentários