fbpx

Mulheres dão a mão no ramo empreendedor

A ideia surgiu a partir de uma reunião do Clube Fomento da Escola de Negócios do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFaj) , onde há mais de um ano, Maria Silva Azevedo faz parte. Esse grupo consiste reuniões de empresários, para trocar ideias para fazer negócios.

Após uma reunião, Silvia, que também é vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna, juntamente com outras duas empresárias, perceberam que o grupo possui grande público feminino. Foi então que decidiram fazer o “Papo de Mulher”.

De acordo com Silva, percebeu-se que no grupo Fomento, quem frequenta as reuniões já tem a sua empresa estruturada. “Mas a gente quis estender isso para outras mulheres que não fazem parte desse contexto. Que ainda estão começando ou estão em dúvida de como começar”, conta.

Com o intuito de dividir experiências, o Papo foi formatado. Por meio de convite em redes sociais, e boca a boca, o papo aconteceu na terça-feira, 09, e reuniu mulheres empresárias e empreendedoras.
“Perguntei o que mais deu certo na vida de empresária, e o por quê. Falamos tanto, e foi tão enriquecedor, que planejamos definir o que vai ser desse projeto”, explica Silvia.

Ela fala também, que percebe o alto número de grupos de autoajuda, e por isso quiseram conduzir esse Papo de Mulher para algo positivo. “Eu quero que elas saibam o poder que elas têm. O poder de tomar uma decisão, seguir seus objetivos e trabalhar naquilo que elas gostam”, afirma.

  

Comentários