fbpx

Museus de Pedreira dão destaque as poesias de Zito Fabrin

Os Museus Histórico e da Porcelana, de Pedreira sediam, até o dia 22 de junho a Exposição ‘A Natureza nos Versos do Poeta Zito Fabrin’. A Mostra é uma parceria com a Academia Pedreirense de Letras, para celebrar o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Comemorado todo dia 5 de junho, o meio ambiente é o principal fator de motivação para os trabalhos desenvolvidos pelo poeta pedreirense. José Fabrin, conhecido carinhosamente como “Zito”, é poeta, músico e acadêmico. É autor do livro de poesias ‘A Carroça’, lançado em 2008 e também atua como colaborador das Colunas ‘Painel da Leitura’ (Jornal A Cidade) e ‘Espaço Acadêmico Literário’ (Jornal da Comarca).

Nascido em Pedreira, ele tem como fonte de inspiração para suas poesias o sítio Morro Alto, local em meio à natureza, que reflete composições como ‘A Mangueirinha’, ‘Minha Flor’, ‘Sou o Rio Jaguari’, entre outras dezenas de poesias, que podem ser apreciadas durante a visita à Exposição, nos Museus de Pedreira.

Os visitantes, até dia 22 de junho, também poderão participar. As crianças terão à disposição desenhos sobre a natureza para pintar e uma mensagem poderá ser deixada completando a frase: “Em 2050, no nosso meio ambiente não faltará …, então, vamos proteger nosso planeta!”, lembrando uns dos versos de Fabrin que diz: “Vamos ver o final dos tempos qual será o resultado…”.

As frases serão expostas durante o Varal Literário da 10ª Primavera dos Museus, que vai ocorrer de 19 a 25 de setembro, ressalta o gestor, Adílson Spagiari.

O prefeito Carlos Pollo parabenizou mais esta iniciativa dos Museus que, além de incentivar o hábito da leitura, desperta o interesse pela literatura e estimula a criatividade para a produção literária. O projeto trabalha na tríade ler-pensar-escrever”, salientou o prefeito Professor Carlos Pollo.

Matéria: Amanda dos Reis

museu

  

Comentários