O Desafio de Formar Talentos na era Digital

A transformação digital que ocorre atualmente no mundo tem provocado profundas mudanças no comportamento das pessoas e no modo de atuar das organizações. Produtos, serviços e modelos de negócios estão, cada vez mais, sendo transformados pela presença da tecnologia. Essa nova economia digital que desponta diariamente coloca em destaque as inovações da tecnologia da informação no centro da estratégia e das operações da empresa e exigem um novo perfil profissional.

Existem estudos que mostram a grande carência de profissionais de TI no mundo todo. De acordo com o International Data Corporation (IDC), a América Latina deve lidar com uma carência de mais de 550 mil profissionais de TI em 2019, principalmente em vagas relacionadas a novas tecnologias – como cloud (computação na nuvem), segurança da informação, ciência de dados, metodologias ágeis etc.

Entre os países da América Latina, o Brasil, possui a maior falta de profissionais. De acordo com o IDC, o segmento de TI brasileiro crescerá aproximadamente 4,9% em 2019.

Mesmo com uma taxa de desemprego elevado no Brasil, de 12% da População Economicamente Ativa (PEA), o que equivale a mais de 12 milhões de desempregados, existem mais de 150 mil vagas que não são preenchidas no setor de tecnologia de informação. Não há desemprego para profissionais de tecnologia.

A fluência digital dos profissionais de Gestão

Novas carreiras e oportunidades de inserção no mercado de trabalho em TI têm surgido em função da crescente carência de pessoas capacitadas para lidar com os desafios que aparecem junto às novidades.

Considerando essas perspectivas, a IBM está trabalhando próxima a universidades e instituições de ensino, por toda a América Latina, para apoiar o desenvolvimento de habilidades consideradas necessárias para a nova era da transformação digital.

Entre outras ações, a IBM está prestando suporte para as instituições desenvolverem aulas mais focadas nas habilidades do futuro, além de colocar os alunos em contato com empresas que demandam a implantação de novas tecnologias. A companhia também criou uma plataforma educacional gratuita baseada em vídeos curtos para alunos e professores.

Foi nesse contexto que o Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ), uma instituição do interior de São de Paulo, localizada em Jaguariúna, cidade que acolhe dezenas de empresas multinacionais e inserida na dinâmica Região Metropolitana de Campinas (RMC), se aproximou da IBM com o intuito de potencializar sua área de negócios e tecnologia. Com esse espírito de inovação que caracteriza seu DNA, no ano de 2018 a UniFAJ, através da sua Escola de Negócios (EN) convidou à IBM e outras importantes empresas como Google, Santander, Ambev, Abbott, CNA e Ypê, a fazer parte do seu Conselho Consultivo de Empresários e Executivos.

A partir de insights das reuniões semestrais do Conselho da Escola de Negócios da UniFAJ, verificou-se a necessidade urgente de formar novos profissionais nessa área e dar “fluência” digital aos gestores nas organizações.

Profissionais da área de tecnologia de empresas parcerias da UniFAJ como o CPQD, um dos maiores centros de pesquisa e desenvolvimento em telecomunicações e TI da América Latina e da Compasso, empresa do grupo UOL, parceiros da UNIFAJ, também apontaram em entrevistas a necessidade de formar profissionais que transitem nas áreas de gestão e tecnologia.

A formação do novo profissional

De olho nesse mercado, grandes instituições de ensino superior vêm apostando em oferecer conhecimentos e habilidades de tecnologia para gestores com uma visão estratégica de negócios que consigam auxiliar na tomada de decisões.

A proposta é de um curso superior de dois anos voltado à formação de profissionais de gestão, com conhecimentos de tecnologia da informação, gerenciamento de projetos e liderança de equipes multifuncionais, com habilidades analíticas, que permitam integrar e aplicar tecnologias inovadoras nos negócios, como inteligência artificial, ciência dos dados, IOT, Cloud, Security, Blockchain, Machine Learning entre outras, a fim de criar vantagem competitiva para as organizações.

O curso, a ser lançado em 2020 pela UniFAJ, vai oferecer também conteúdo nas áreas de comunicação, empreendedorismo, estratégia, inovação, finanças, gestão de negócios, liderança e marketing digital, desenvolvidos dentro da sua Escola de Negócios. Os alunos irão contar ainda com material e casos reais da IBM de aplicação de suas soluções. No âmbito tecnológico, a IBM permitirá o uso de suas ferramentas de cloud.

“Em um mundo cada vez mais conectado e competitivo, formar estudantes com as tecnologias da chamada Indústria 4.0, como é a Inteligência Artificial, é fundamental para o Brasil ser protagonista nas áreas de mercado mais promissoras”, avalia o Prof. Hector Escobar, diretor acadêmico da UniFAJ. Para Escobar, “diante esse novo cenário do mercado de trabalho, onde se eliminam profissões tradicionais, algumas das quais condenadas a desaparecer, e se criam oportunidades para o surgimento de novas carreiras, os alunos irão apreender as diferentes aplicações da tecnologia nos negócios, tornando sua empregabilidade mais atrativa.”

O desafio de formar talentos na era digital pode ser superado com parcerias universidade-empresa onde se construam projetos e cursos que contemplem as reais demandas do mercado e as necessidades das empresas.

Os interessados no curso de graduação de Tecnologia para Negócios da UniFAJ poderão obter mais informações pelo site: www.faj.br ou através do 0800 – 775 55 55

 

 


Comentários