Pesquisa de biólogo da SAMA destaca neutralização de gases estufa em fragmento florestal do Braz Cavenaghi

Uma pesquisa do biólogo Anderson Martelli, diretor da SAMA (Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente), publicada recentemente na revista Journal of Interdisciplinary Debates trouxe o resultado do trabalho de campo para fazer uma estimativa da quantificação de carbono que foi fixado e neutralizado em um fragmento florestal localizado na nascente municipal modelo no bairro Braz Cavenaghi.

Os resultados mostraram a mitigação da emissão dos gases causadores do efeito estufa, dentre eles o dióxido de carbono (CO2). No fragmento estudado, as árvores que o compõe foram capazes de neutralizar aproximadamente 261,20 toneladas de CO2 em 20 anos.

Segundo Martelli, as florestas são os maiores reservatórios de carbono contendo cerca de 80% desse átomo. Os vegetais, utilizando-se de sua capacidade fotossintética, fixam o CO2 atmosférico, biossintetizando na forma de carboidratos, sendo por fim, depositado na parede celular, realizando dessa forma o “sequestro” de carbono atmosférico.

Ainda de acordo com o pesquisador, dada a importância da atuação dos municípios no contexto das mudanças climáticas, o artigo retratou a importância de um fragmento florestal localizado em meio à área urbana e de políticas públicas que visem o plantio de árvores nativas neste local como forma de manutenção ecológica. “Esse estudo pode servir de estímulos para a preservação de outros fragmentos existentes no nosso município e em outras localidades, seguindo os direcionamentos da Política Estadual, Nacional e Mundial das mudanças climáticas e que beneficiam a qualidade de vida dos residentes, servindo de exemplo para as demais cidades do Brasil e do mundo”, finalizou Martelli.

A pesquisa na integra pode ser acessada no link https://www.periodicojs.com.br/index.php/jid/article/view/688/529.

 

 

  

Comentários