fbpx

Pinhalzinho terá peça de teatro gratuita nesse domingo, dia 19

No próximo domingo, dia 19 de junho, a Prefeitura de Holambra levará à Casa do Trabalhador, no bairro Pinhalzinho, uma atração teatral imperdível para públicos de todas as idades: a peça “Porco mau e as três lobinhas”. A ação, marcada para as 16 horas, faz parte do projeto “Prefeitura mais perto de você”, que busca descentralizar os eventos e atrações promovidos pelo município. A entrada é gratuita.

A encenação, protagonizada por atores da Cia Galhofeiros, estreou com sucesso há pouco mais de um mês em apresentação especial feita diante de centenas de pessoas na Praça dos Coqueiros. Desde então, o grupo de atores, formado por holambrenses que concluíram a Oficina de Teatro aberta pela Prefeitura no ano passado, ampliou os horizontes. A peça foi encenada em Amparo (SP) na segunda quinzena de maio.

O diretor municipal de Cultura, Ariel Cahen, explica que é importante e necessário levar atividades como essas, bem produzidas e de linguagem acessível e contemporânea, a todos os moradores da cidade.

“Nós sabemos que muitos holambrenses moram longe do Centro, o que dificulta o acesso a muitos dos eventos promovidos pela Prefeitura ou por iniciativa particular”, comenta. “É fundamental que todos possam ter acesso a atividades culturais e ao talento formado pelas oficinas da cidade. Se o público muitas vezes não pode vir até nós, através deste projeto nós iremos até ele”.

A peça, escrita e dirigida por Antônio Carlos Théko, estará em cartaz em três outras oportunidades nos meses de junho e julho, nos bairros Palmeiras, Camanducaia e Imigrantes – este último, que originalmente sediaria a estreia da ação itinerante no dia 5 de junho. A encenação, no entanto, foi cancelada por conta da chuva e remarcada para o mês que vem.

Todo o aparato necessário para ensaio e apresentações, como o cenário da peça, foi disponibilizado pela Prefeitura à companhia de teatro.

“Nossa proposta é produzir um espetáculo infantil que abra novas portas de percepção não só para a plateia mais jovem, mas também para aqueles de qualquer idade que acreditam na imaginação dentro das artes”, adianta Théko.

Matéria: Nathália Lima

  

Comentários