fbpx

Pracinhas Pedreirenses serão homenageados nesta sexta-feira, dia 6

A Secretaria de Cultura e Turismo, da Prefeitura de Pedreira estará promovendo, nesta sexta-feira, dia 6 de maio, uma homenagem aos pracinhas pedreirenses, Caetano Vicentini, Casto Cáu, Fernando Cassaro, José Maria Lopes e João Bacarelli, que tiveram a coragem de atender ao chamado da Pátria e, integrando a Força Expedicionária Brasileira, em solo europeu, lutaram pelo ideal de paz e liberdade mundial.

A comemoração terá início às 19 horas, com a celebração de uma Missa em Ação de Graças, sendo celebrada na Matriz de Sant’Ana e depois, às 20 horas, na Praça Sant´Ana, a Solenidade Especial que contará com a participação da 11ª Brigada de Infantaria Leve de Campinas, apresentação do cantor João Paulo Maurício e Coral Municipal, interpretando a música “Mia Gioconda”, de Vicente Celestino, imortalizada na voz de Aguinaldo Rayol, além da Corporação Musical Santana.

O prefeito Carlos Pollo lembra que a solenidade é desenvolvida todos os anos. “Não podemos, jamais, nos esquecer de tudo aquilo que aconteceu no passado. Da entrega, da luta, para que hoje possamos dar valor irrestrito a liberdade e a democracia. A cada ano revivemos a história, acrescentamos novos aprendizados”, destacou Professor Carlos.

No dia 8 de maio, se comemora o Dia da Vitória, são 71 anos do término da 2ª Guerra Mundial. Muitos, talvez desconheçam essa importante data. É um Dia Especial, dedicado aos verdadeiros heróis. Foram 25.334 brasileiros, que em julho de 1944, seguiram para a Itália. De acordo com os historiadores militares, com um armamento obsoleto e doutrina de combate ultrapassada, nos campos gelados da Itália, lutaram contra um dos melhores soldados do mundo e mostraram ser aguerridos. Combateram durante 239 dias, sem parar. Fizeram mais de 20.000 prisioneiros. Morreram 465 soldados brasileiros.

“Mas hoje, poucos se lembram dos Pracinhas da FEB. Aliás, Pedreira tem, nas últimas décadas, insistentemente relembrado esta data, para que os jovens não se esqueçam do heroísmo de seus conterrâneos. Eles lutaram pela liberdade e muitos deixaram a sua vida nos campos da Itália. Eles motivaram um novo Brasil. Despertaram a nossa gente para um novo futuro”, arrematou o prefeito Carlos Pollo.

 

Glauco Mazzetto

  

Comentários