fbpx

Guaçu economiza mais de R$ 3 mi na cesta básica

A Prefeitura de Mogi Guaçu anunciou na semana passada que fez uma economia de cerca de R$ 3,4 milhões entre o que foi gasto no ano de 2012 e o que se espera gastar com a cesta básica este ano.

A economia faz parte do corte de gastos feita pelo prefeito Walter Caveanha

A economia faz parte do corte de gastos feita pelo prefeito Walter Caveanha

A cesta básica de alimentos é fornecida aos servidores municipais e a economia é muito bem vinda para os cofres públicos, de acordo com a Secretaria de Administração.

O levantamento feito pela secretaria aponta que no último ano da gestão do ex-prefeito Dr. Paulinho, o gasto da administração com as cestas básicas foi de R$ 5.418.252,18.

Durante o mesmo período, houve redução de 335 servidores, o que mostra que a economia foi alcançada através de maior controle dos gastos públicos.

Enquanto a redução do quadro de funcionários foi em torno de 10%, a queda no custo de aquisição das cestas básicas foi de 28%. Em números exatos, a economia foi de R$ 1.366.512,18.

Os números começaram a se tornar expressivos a partir de 2014, quando foi aberta nova licitação para a aquisição das cestas. Em 2013 os preços ainda obedeceram ao contrato da gestão anterior, mas mesmo assim o custo baixou em R$ 283 mil.

Em 2014, o custo foi inferior em R$ 1.9 milhão. De R$ 5.4 milhões em 2012, caiu para R$ 3.697.126,37 milhões. Para este ano, foi feito o reajuste contratual pelo índice da inflação, o que resultou em R$ 4 milhões atuais.

Os R$ 3,4 milhões que foram economizados são a diferença entre os gastos somados nos anos de 2013, 2014 e a previsão para 2015. A economia chega até o bolso dos servidores, que irão pagam menos para continuar com o benefício. Enquanto em 2012, o custo unitário da cesta básica era de R$ 126,54, caiu agora para R$ 100,40, diferença de R$ 26, 14.

 

  

Comentários