Professores da Rede Municipal participam de palestra sobre incêndios florestais

Cerca de 40 professores da rede municipal participaram nessa terça-feira, dia 8 de agosto, de uma palestra sobre prevenção e combate a incêndios florestais com o subtenente do Corpo de Bombeiros de Mogi Guaçu, José Maria Ferreira, na escola municipal Parque dos Ipês. A atividade complementa uma série de iniciativas realizadas durante a Semana Pedagógica e também faz parte das ações de conscientização previstas para o programa Município Verde Azul.

O Subtenente, que está há 27 anos na corporação, falou das causas mais frequentes de incêndios florestais, dos fatores que influenciam a propagação, dos métodos e equipamentos para conter o fogo e também mostrou como criar grupos de combate às chamas. “O homem é o principal responsável pelos incêndios. Portanto, nada melhor que informação. Conhecimento gera responsabilidade e isso vai se transformar em preservação”, destacou. “Nada melhor do que falar sobre o assunto com profissionais da área da educação, que são multiplicadores de informação. É uma iniciativa muito importante”.

Holambra, a exemplo de outras cidades da região, encontra-se em estado de alerta devido ao longo período de estiagem e à consequente baixa umidade relativa do ar, inferior a 30% essa semana.

A professora de Língua Portuguesa, Killiam Alves, afirma que durante a palestra começou a pensar em algumas maneiras de trabalhar o assunto em sala de aula. “Achei interessante e importante. Muitas vezes não temos ideia de que uma ação simples pode causar um incêndio. A gente tem que aproveitar o conhecimento e falar sobre isso com os alunos por meio das atividades”, disse.

O diretor municipal de Segurança e Trânsito, Carlos Guandalim, participou do encontro e reforçou a importância da iniciativa em um momento em que a cidade desenvolve um projeto modelo junto ao Estado para a implementação do Corpo de Bombeiros Civis voluntários. “Holambra será a primeira cidade do Brasil a implementar essa proposta”, lembra. “Essa palestra também vem de encontro a isso, reforçando a condição de Cidade Resiliente, que é um título que a cidade ostenta por meio da Defesa Civil”.

A Defesa Civil de Holambra recomenda cuidado redobrado nesse período de seca para que sejam evitadas queimadas e reforça a importância da economia de água durante a seca. O departamento municipal de Saúde, por sua vez, indica a hidratação permanente por meio da ingestão de água e a colocação de toalhas molhadas nas janelas ou bacias d’água próximas à cama – sobretudo para pessoas com problemas respiratórios.

Matéria: ASCOM

  

Comentários