Programa Criança Feliz será lançado em Itapira

A Praça CEU abriga na próxima sexta-feira, 29, o Lançamento Oficial do Programa Criança Feliz em Itapira. O evento ocorre a partir das 14h00 na Rua Benedito Antônio de Lima, s/nº, no bairro José Tonolli, e contará com a equipe coordenadora do projeto no município: a coordenadora Silvia Helena da Rocha Carvalho (assistente social), a supervisora Aline Bueno (assistente social) e os visitadores Micael Freire, Nayana Sampaio e Juliana Pereira, além do Secretário de Promoção Social, Tiago Fontolan.

O Criança Feliz é um programa do Governo Federal em consonância ao já existente Programa Bolsa Família. Atenderá gestantes, crianças de até três anos e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família e crianças de até seis anos beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e suas famílias. Por meio de visitas domiciliares, as equipes do Criança Feliz farão o acompanhamento e darão orientações importantes para fortalecer os vínculos familiares e comunitários e estimular o desenvolvimento infantil.

Em Itapira, o atendimento será de 100 beneficiários. A seleção dos participantes foi decidida em reunião do Comitê Gestor do Programa e ficou acordado que os territórios atendidos seriam os dos CRAS I e III, especificamente os bairros Cubatão e José Tonolli, por se tratarem de bairros com maior concentração do público elegível para o programa. Desde a última segunda-feira, 25, já estão ocorrendo reuniões com as famílias elegíveis dos dois bairros, com o intuito de apresentação dos visitadores e organização das futuras visitas.

Os três visitadores – que foram contratados através de processo seletivo – foram capacitados entre os dias 11 e 15 de junho pela supervisora do programa. A coordenadora do programa terá como função a articulação entre as demais políticas públicas, já que se trata de um programa intersetorial que envolve não somente a assistência social, mas também saúde, educação, cultura, e outros setores.

“O Programa Criança Feliz é muito importante porque se atenta justamente a essa etapa tão importante da vida, que é a Primeira Infância e período de gestação das mães. É um programa que vem para somar com as outras políticas públicas já existentes para fazer com que essa fase da vida da criança tenha o cuidado necessário por parte de todos os órgãos municipais”, ressaltou o secretário Tiago Fontolan.

A primeira infância é o período que compreende o nascimento até os primeiros seis anos de vida da criança. É uma fase determinante para a capacidade cognitiva e sociabilidade do indivíduo, pois o cérebro absorve todas as informações, as respostas são rápidas e duradouras. Segundo especialistas, as crianças nesta fase precisam de oportunidades e estímulos, para que possam desenvolver cada uma de suas aptidões.

  

Comentários