Saúde Mental amplia de 30 para 200 atendimentos semanais com CAPS Infanto Juvenil

Mogi Guaçu conta a partir desta segunda-feira, 1º de agosto, com o Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil (CAPS IJ), no Parque Cidade Nova, onde anteriormente funcionava o Centro de Atendimento Infantil e Adolescente (CAIA). A equipe multidisciplinar realizará cerca de 200 atendimentos semanais. Uma ampliação de mais de 600% em relação à assistência oferecida anteriormente pelo CAIA, substituído pelo CAPS IJ.

Uma solenidade marcou a inauguração do CAPS IJ no município com a presença do prefeito Rodrigo Falsetti, do vice-prefeito Major Marcos Tuckumantel, do secretário municipal de Saúde, Gildo Martinho de Araújo, da coordenadora da Saúde Mental, Jane Fernandes Papa, secretários municipais e os vereadores Guilherme da Farmácia, Judite, Lili Chiarelli, Luciano da Saúde, Jéferson Luís, Adriano Batatinha e Zanco.

“É uma luta diária para implantar tudo aquilo que planejamos e sonhamos ainda quando erámos somente candidatos. Essa unidade é uma demanda antiga e mais uma que estamos atendendo em 20 meses de mandato. Os atendimentos serão mais do que quadriplicados e teremos um atendimento de excelência aqui para nossas crianças e adolescentes. Quero compartilhar uma frase com vocês: nada resiste ao trabalho”, ressaltou o prefeito Rodrigo Falsetti.

O CAPS IJ será voltado para o atendimento de jovens com transtornos mentais graves e persistentes, inclusive pelo uso de substâncias psicoativas. O objetivo é fortalecer e intensificar a proposta de abordagem psicossocial contribuindo para o desenvolvimento e crescimento dos atendidos. A unidade terá uma equipe composta por psicólogos, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeira, técnico de enfermagem, educadores sociais, médico psiquiatra, psicopedagoga, professor de música e artesanato.

“Quem acompanha nosso trabalho sabe da nossa luta por essa unidade e da necessidade de ampliarmos esse atendimento. Um sonho de nove anos que hoje torna-se realidade graças ao entendimento do prefeito e sua equipe sobre a importância desse atendimento especializado”, destacou a coordenadora Jane Papa ao informar que houve aumento da demanda por conta da pandemia da Covid-19. “Agora, temos condições de atender as 290 crianças que estão aguardando na lista de espera e nossa meta é zerar essa lista neste primeiro mês de CAPS IJ”, reforçou.

O secretário de Saúde disse que a equipe multidisciplinar ganhou o reforço de profissionais contratados pela Organização Social (OS) Doutora Rita Lobato, que gerencia a saúde do município. “Começamos a traçar essa nova unidade no começo da gestão e com a OS conseguimos concretizar esse sonho com a contratação de pessoal e com o apoio de sempre do prefeito e do vice-prefeito. Oferecer uma saúde de excelência para todos os munícipes é nossa meta primordial”, ressaltou.

Antes da solenidade de inauguração, o público presente assistiu a uma apresentação da fanfarra do CAIA, que agora passa a ser fanfarra do CAPS IJ, composta pelos assistidos e seus familiares. Eles participam da oficina de musicalização com o professor Jonas Montana.

  

Comentários